26/01/2022
 
 
BCE preocupado com qualidade de ativos devido ao impacto da pandemia

BCE preocupado com qualidade de ativos devido ao impacto da pandemia

Jornal i 07/12/2021 13:22

Os supervisores devem também reduzir proativamente os riscos na área dos riscos climáticos e ambientais.

O Banco Central Europeu (BCE) está preocupado com a qualidade dos ativos bancários, uma vez que o impacto total da pandemia poderá materializar-se a médio prazo, quando a maior parte do apoio público de emergência for retirado.

"Os bancos supervisionados continuaram a mostrar resistência durante o último ano, embora o panorama de risco do setor bancário europeu continue a ser moldado pelo impacto da pandemia de coronavírus (covid-19)", afirma o BCE.

Os bancos têm geralmente mantido um bom nível de capitalização e têm sido capazes de ajudar as famílias, as PME e as grandes empresas a lidar com os desafios decorrentes da crise global de saúde.

A melhoria das condições macroeconómicas em relação ao ano passado reduziu alguns dos riscos para o setor bancário, mas as perspetivas económicas permanecem incertas porque dependem da evolução da pandemia e devido a estrangulamentos mais recentes nas cadeias de abastecimento.

O BCE está também preocupado que "a combinação de rendimentos reais historicamente baixos e avaliações elevadas possa traduzir-se numa reavaliação do risco nos mercados financeiros que, se ocorrer, poderá também prejudicar a resiliência global dos bancos".

Os problemas com a sustentabilidade dos modelos de negócio dos bancos e da governação interna foram exacerbados pela crise e exigem uma ação eficaz e atempada, de acordo com o BCE.

Os supervisores devem também reduzir proativamente os riscos na área dos riscos climáticos e ambientais.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline