18/01/2022
 
 
Sporting acusa Benfica e Liga de tentar impedir adeptos leoninos de assistir ao dérbi na sexta-feira

Sporting acusa Benfica e Liga de tentar impedir adeptos leoninos de assistir ao dérbi na sexta-feira

Patrícia de Melo Moreira Jornal i 30/11/2021 17:40

O Benfica não disponibilizou os bilhetes para a respetiva bancada dos visitantes, quebrando uma regra do regulamento da competição. Os bilhetes devem estar disponíveis 12 dias antes da partida, e desta vez, chegaram às mãos do clube leonino quatro dias antes. 

O Sporting emitiu, esta terça-feira, um comunicado, no qual acusa o SL Benfica de tentar afastar os adeptos leoninos de assistir o dérbi entre os dois clubes esta sexta-feira, no Estádio da Luz. Ainda assim, o clube presidido por Francisco Varandas não dirigiu apenas as culpas para as águias, mas também para a Liga, que terá compactuado com o Benfica no incumprimento do regulamento na entrega de bilhetes à equipa visitante. 

No comunicado, os leões explicam que o atraso na disponibilização dos bilhetes é "totalmente alheio ao Sporting CP" e "resulta de uma situação criada pelo SL Benfica, com a anuência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP)". 

"O Sporting CP só recebeu os bilhetes para o jogo no passado dia 29 de Novembro, em claro incumprimento do Regulamento das Competições organizadas pela Liga Portugal (artigo 104.º, n.º 2) que estabelece que o clube visitado deve disponibilizar ao clube visitante os bilhetes com 12 dias de antecedência: 'O clube promotor [SLB] é obrigado a expedir por empresa transportadora da sua responsabilidade, ou a disponibilizá-los na plataforma electrónica referida no artigo anterior [disponibilizada pela Liga Portugal], os bilhetes de ingresso requisitados com a antecedência mínima de 12 dias sobre a data do jogo'", sustentou o clube, referindo ainda que expôs a situação à LPFP, tendo marcado várias reuniões com o órgão para resolver o sucedido.

"Nessas reuniões, perante a incapacidade da LPFP em impor o cumprimento regulamentar atempado, foi encontrada uma solução através da plataforma electrónica referida, ou seja, em conformidade com o regime estabelecido no Regulamento das Competições até então ignorado, sendo que o SLB e a Liga se recusaram a suportar o custo acrescido que a mesma acarreta para os Sócios do Sporting Clube de Portugal", explicou o Sporting, confirmando que irá suportar os custos adicionais dos bilhetes aos sócios que desejam assistir à partida, "tal como sucedeu nos jogos de andebol e voleibol". 

Assim sendo, os bilhetes para os visitantes já estão à venda nas bilheteiras no Estádio José Alvalade e também online. 

"O Sporting CP lutará sempre e defenderá os seus interesses e dos seus Associados, em prol de um Desporto melhor, mais justo e mais verdadeiro. Os regulamentos em vigor deveriam ser pontual e cabalmente cumpridos por todos os clubes e o respectivo incumprimento deveria implicar medidas concretas e eficazes pelo organizador das Competições, o que não se verificou neste caso, apesar dos esforços conciliatórios empreendidos pela LPFP", sublinhou o clube de Francisco Varandas. 

De recordar que a partir de amanhã entram em vigor as novas medidas de restrição contra a pandemia de covid-19, nomeadamente a dupla certificação em recintos desportivos. Ou seja, os adeptos que se deslocarem para assistir ao dérbi lisboeta precisam de apresentar certificado e teste negativo - PCR ou antigénio - à entrada do estádio. Os testes rápidos não são considerados como provas sanitárias pela Direção-Geral da Saúde. 

Leia aqui o comunicado do Sporting na íntegra. 

"O Sporting CP informa que lutará com todas as suas forças contra qualquer tentativa de afastamento dos seus Sócios e adeptos de apoiar o Clube em recintos adversários.

É, por isso, nesse contexto que informamos que, após um processo moroso abaixo descrito, hoje, dia 30 de Novembro, vamos disponibilizar aos Sócios com Gamebox os bilhetes para o jogo frente ao SL Benfica a contar para a Liga Bwin, que se realiza no Estádio da Luz, em Lisboa, no próximo dia 3 de Dezembro, às 21h15.

O atraso na disponibilização dos bilhetes é totalmente alheio ao Sporting CP, e resulta de uma situação criada pelo SL Benfica, com a anuência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

O Sporting CP só recebeu os bilhetes para o jogo no passado dia 29 de Novembro, em claro incumprimento do Regulamento das Competições organizadas pela Liga Portugal (artigo 104.º, n.º 2) que estabelece que o clube visitado deve disponibilizar ao clube visitante os bilhetes com 12 dias de antecedência: “O clube promotor [SLB] é obrigado a expedir por empresa transportadora da sua responsabilidade, ou a disponibilizá-los na plataforma electrónica referida no artigo anterior [disponibilizada pela Liga Portugal], os bilhetes de ingresso requisitados com a antecedência mínima de 12 dias sobre a data do jogo.”

A razão de ser deste atraso na disponibilização dos bilhetes prende-se única e exclusivamente com o entendimento próprio do SLB que informou que a emissão de bilhetes para adeptos visitantes, além de ser efectuada fora do quadro regulamentarmente previsto (pois não seriam expedidos por transportadora nem disponibilizados ao Sporting CP em plataforma electrónica), estaria condicionada à recolha e partilha dos respectivos dados pessoais (nome, documento de identificação, data de nascimento e contacto), procedimento que não corresponde a nenhuma das alternativas dispostas no predito regulamento e que, para mais, violaria a legislação aplicável em matéria de protecção de dados pessoais e, bem assim, os direitos de consumidor dos adeptos do Sporting CP.

Consequentemente e dentro dos timings próprios, o Sporting CP fez uma exposição à LPFP da qual resultou a marcação de reuniões para tentar resolver o diferendo. Nessas reuniões, perante a incapacidade da LPFP em impor o cumprimento regulamentar atempado, foi encontrada uma solução através da plataforma electrónica referida, ou seja, em conformidade com o regime estabelecido no Regulamento das Competições até então ignorado, sendo que o SLB e a Liga se recusaram a suportar o custo acrescido que a mesma acarreta para os Sócios do Sporting Clube de Portugal.

Perante esta situação, o Sporting CP decidiu suportar este custo, adicional, assim assegurando que os seus Sócios e adeptos não ficam privados de poder ir ao jogo e apoiar a sua equipa, tal como sucedeu nos jogos de andebol e voleibol.

O bilhete será assim emitido pela própria plataforma disponibilizada pela Liga e os dados pessoais não serão partilhados com o clube promotor.

O Sporting CP lutará sempre e defenderá os seus interesses e dos seus Associados, em prol de um Desporto melhor, mais justo e mais verdadeiro. Os regulamentos em vigor deveriam ser pontual e cabalmente cumpridos por todos os clubes e o respectivo incumprimento deveria implicar medidas concretas e eficazes pelo organizador das Competições, o que não se verificou neste caso, apesar dos esforços conciliatórios empreendidos pela LPFP.

A venda será realizada nas bilheteiras do Estádio José Alvalade e online, sendo que os Associados terão, nesta última modalidade, de colocar previamente o número de Sócio e os últimos cinco dígitos do cartão de Sócio para verificar se são elegíveis para a compra do bilhete.

Informamos ainda que, em qualquer das modalidades de compra, o bilhete terá impresso o nome e o número do cartão de cidadão (dados solicitados na Plataforma disponibilizada pela Liga) tornando, desta forma, o bilhete pessoal e intransmissível.

Por fim, informamos também que, de acordo com as novas directrizes da Direcção-Geral da Saúde será necessário apresentar, para além do certificado digital COVID-19, um teste negativo (PCR 72h ou Antigénio 48h antes do jogo), sendo que os autotestes não são considerados válidos". 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline