18/01/2022
 
 
TAAG vai realizar três voos de repatriamento na próxima terça-feira

TAAG vai realizar três voos de repatriamento na próxima terça-feira

Facebook - TAAG Jornal i 29/11/2021 13:35

Depois da suspensão dos voos oriundos da África do Sul, Moçambique e Namíbia, devido à deteção de uma nova variante da covid-19, a companhia aérea angolana TAAG vai organizar três voos de repatriamento, na terça-feira.

O caldo está entornado em sete países africanos, e nas suas ligações aéreas. Angola vai fechar a sua fronteira com a África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Malawi, Moçambique, Namíbia e Zimbabué, a partir de 1 de dezembro, e, consequentemente, a TAAG, principal companhia aérea do país, acabou por suspender os seus voos regulares, no domingo, para Moçambique, Namíbia e África do Sul.

Com o cancelamento, no entanto, tornou-se necessária a organização de três voos de repatriamento, para trazer de volta ao país os passageiros que se encontrem nestes locais. Serão feitas as seguintes ligações: Luanda-Joanesburgo-Luanda com saída às 18h00 e chegada prevista à cidade sul-africana às 22h25 locais; Luanda-Maputo-Luanda com partida às 23h59 e chegada à capital moçambicana às 05h00 locais; Luanda-Windhoek-Luanda que parte às 17h00 e chega às 20h30 à capital namibiana.

Os cidadãos nacionais que regressem nestes voos terão ainda de fazer quarentena domiciliar durante 14 dias.

Recorde-se que as restrições aos voos oriundos destes países têm-se multiplicado, após ter sido detetada uma nova variante do coronavírus, denominada Omicron, na África do Sul, que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é composta por "um elevado número de mutações" e, por consequência, poderá ter altos níveis de infecciosidade..

Ler Mais


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline