18/01/2022
 
 
262 passageiros de voo oriundo de Maputo testados no aeroporto de Lisboa

262 passageiros de voo oriundo de Maputo testados no aeroporto de Lisboa

Jornal i 27/11/2021 21:02

Operação envolve o INEM, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e a PSP.

Todos os 262 passageiros de um voo proveniente de Maputo, em Moçambique, que aterrou no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, este sábado, vão ser testados à covid-19.

"Às 18:41 aterrou um avião proveniente de Maputo que traz 262 passageiros. O que está a acontecer é uma operação conjunta. O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) está a garantir do ponto de vista técnico a realização de testes a todos os passageiros", disse Bruno Borges, do INEM, em declarações aos jornalistas.

Além do INEM, a operação envolve Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e a PSP.

Segundo Bruno Borges em causa está a decisão do Governo que “prevê que todos os passageiros façam à entrada em território nacional um teste antigénio ou um teste PCR, no sentido de garantir que todas as pessoas que entram em território nacional não estão com a doença face a esta nova variante que temos que é muito agressiva”.

“As pessoas têm que fazer um teste e depois têm que cumprir 14 dias de isolamento profilático. Estão a ser notificadas pelo SEF nesse sentido e assim que foram acabadas as colheitas a todos os passageiros, os testes serão entregues no Instituto Ricardo Jorge”, disse, adiantando que os resultados dos testes não vão ser conhecidos hoje.

“Os residentes em território nacional vão garantir o seu isolamento profilático no domicílio. Quem não tiver alojamento, será acompanhado e as autoridades de saúde determinarão o local onde será feito esse isolamento”, indicou.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline