8/12/21
 
 
PSP detém uma pessoa em megaoperação de combate à venda online de armas

PSP detém uma pessoa em megaoperação de combate à venda online de armas

Jornal i 25/11/2021 10:46

A investigação decorria há cerca de um ano. No total foram realizados 18 mandados de busca – dez domiciliários e oito não domiciliários –, bem como um mandado de busca.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) está a realizar, na manhã desta quinta-feira, uma megaoperação de combate à venda online de armas. As buscas decorrem de norte a sul do país e o principal suspeito foi detido em Lisboa.

Segundo revela a RTP, a investigação do DIAP – Departamento Central de Investigação e Ação Penal decorria há cerca de um ano. No total foram realizados 18 mandados de busca – dez domiciliários e oito não domiciliários –, bem como um mandado de busca.

Em declarações à estação pública, o intendente da PSP Paulo Costa confirmou que “foi possível identificar uma pessoa que efetuava a venda online de bastões extensíveis e de outro tipo de armas, o que não é permitido”.

O detido terá entre os 20 e 30 anos. Paulo Costa acrescenta ainda que foram apreendidos três bastões extensíveis, um aerossol de defesa e uma reprodução/réplica de arma de fogo.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) realizou, na manhã desta quinta-feira, uma megaoperação de combate à venda online de armas. As buscas decorrem de norte a sul do país e o principal suspeito foi detido em Lisboa.

Segundo revela a RTP, a investigação do DIAP – Departamento Central de Investigação e Ação Penal decorria há cerca de um ano. No total foram realizados 18 mandados de busca – dez domiciliários e oito não domiciliários –, bem como um mandado de busca.

Em declarações à estação pública, o intendente da PSP Paulo Costa confirmou que “foi possível identificar uma pessoa que efetuava a venda online de bastões extensíveis e de outro tipo de armas, o que não é permitido”.

Paulo Costa acrescenta ainda que foram apreendidos três bastões extensíveis, um aerossol de defesa e uma reprodução/réplica de arma de fogo.

Já à agência Lusa, fonte policial revelou que o detido é um bancário de 25 anos, que comercializava as armas através da plataforma de vendas OLX. O homem é ainda suspeito de ter desviado fundos de contas bancárias de clientes da Caixa Geral de Depósitos, onde trabalha.

Notícia atualizada às 14h45.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×