1/12/21
 
 
J.K. Rowling revela ter recebido ameaças de morte depois de ter sido acusada de transfobia

J.K. Rowling revela ter recebido ameaças de morte depois de ter sido acusada de transfobia

AFP Jornal i 23/11/2021 18:35

"Recebi tantas ameaças de morte que agora poderia fazer um papel de parede com elas", revelou a romancista no twitter.

A britânica J. K. Rowling, autora da saga Harry Potter, revelou esta segunda-feira que recebeu ameaças de morte por parte de ativistas dos direitos dos transgénero, que a acusam de transfobia. "Recebi tantas ameaças de morte que agora poderia fazer um papel de parede com elas", disse a romancista na sua rede social twitter. 

Nesses tweets, Rowling afirma que três ativistas fotografaram-se em frente à sua casa na semana passada, "posicionando-se expressamente de forma que a morada ficasse visível" para "intimidá-la e impedi-la de defender os direitos das mulheres com base no sexo" biológico e publicaram as imagens no Twitter.

No ano passado, a autora partilhou um artigo sobre "pessoas que menstruam" no Twitter. "Tenho a certeza de que costumava haver uma palavra para essas pessoas. Que alguém me ajude", indicou, ironicamente. Depois disso, vários internautas responderam que homens transgénero podem ter menstruação e que há mulheres trans que não podem.

Contactada pela AFP, a polícia escocesa afirmou que o caso estava a ser investigado.

Rowling afirmou na segunda-feira que foi contactada por muitas mulheres que foram vítimas de "campanhas de intimidação", desde assédio a ameaças de violação.

 

Ler Mais


×

Pesquise no i

×