19/01/2022
 
 
Operação Miríade. Ministro da Defesa e chefes do Estado-Maior das Forças Armadas e Exército vão ser ouvidos na sexta-feira

Operação Miríade. Ministro da Defesa e chefes do Estado-Maior das Forças Armadas e Exército vão ser ouvidos na sexta-feira

Bruno Gonçalves Jornal i 16/11/2021 16:41

Os requerimentos para a audição foram apresentados na semana passada pelo PSD e pelo Bloco de Esquerda e foram, esta terça-feira, aprovados com votos de todos os partidos com representação na comissão de Defesa Nacional: PS, PSD, BE, PCP e CDS-PP.

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, almirante Antó​nio Silva Ribeiro, e o chefe do Estado-Maior do Exército, general José Nunes da Fonseca, vão ser ouvidos no Parlamento na próxima sexta-feira. Em causa está a Operação Miríade, que investiga o caso de tráfico de diamantes, ouro e droga por parte de militares portugueses em missões humanitárias na República Centro-Africana (RCA).

Os requerimentos foram apresentados na semana passada pelo PSD e pelo Bloco de Esquerda e foram, esta terça-feira, aprovados com votos de todos os partidos com representação na comissão de Defesa Nacional: PS, PSD, BE, PCP e CDS-PP.

A audição deverá começar pelas 14h30 de sexta-feira e decorrerá à porta aberta por ser “um assunto de grande interesse público”, anunciou o presidente da Comissão de Defesa Nacional, Marcos Prestrello.

Ainda esta terça-feira, o primeiro-ministro, António Costa, considerou que prestar declarações à Assembleia da República é uma “obrigação” de qualquer membro do Governo.

"Seja o primeiro-ministro ou de qualquer outro membro do Governo, não faz mais do que cumprir sua obrigação comparecendo à Assembleia da República para dar os esclarecimentos que devem ser feitos", disse.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline