6/12/21
 
 
Caso 'Rust'. Assistente de realização admite que não analisou balas da arma de Alec Baldwin antes do ensaio

Caso 'Rust'. Assistente de realização admite que não analisou balas da arma de Alec Baldwin antes do ensaio

AFP Jornal i 28/10/2021 12:03

A averiguação das munições era da responsabilidade de Dave Halls, o assistente de realização do filme 'Rust'. Dave disse 'cold gun' a Alec Baldwin, que significa que a arma com a qual o ator iria disparar estava sem munições verdadeiras. Segundo as autoridades, este "é um caso muito complexo", que obrigará uma investigação "exaustiva" para perceber quem são os culpados deste incidente. 

O assistente de realização do filme 'Rust', Dave Halls, admitiu que não verificou totalmente as munições da arma com a qual o ator Alec Baldwin matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins no local de filmagens, afirmou o xerife que está a conduzir a investigação. 

No set do filme, haviam três armas, segundo as informações divulgadas pelas autoridades. E foi Hannah Gutiérrez-Reed, de 24 anos, a pessoa responsável pelas armas no local de filmagens, que as colocou num carrinho na durante as filmagens.

Após a pausa para almoço, Dave Halls pegou numa das armas e entregou a Alec Baldwin, profetizando a expressão 'cold gun', que significa que a arma está segura para ser usada, sem estar carregada com munições verdadeiras. 

De acordo com uma declaração sob juramento, entregue aos tribunais na quarta-feira, Hannah Reed disse aos detetives que antes de partirem para o almoço, as armas foram guardadas num cofre, mas as balas já não. 

As munições eram da responsabilidade de Dave Halls, que explicou que, quando Hannah lhe mostrou a arma já no momento do ensaio, ele recorda-se de ter visto três balas "falsas", reconhecendo que "deveria ter inspecionado as balas, mas não o fez", ainda que também não se lembre se Hannah "girou o tambor", detalha o texto apresentado à justiça. 

Segundo o xerife do condado, Adan Mendoza, cerca de 500 balas foram recolhidas no local do crime, tendo sido notada a presença de vários cartuchos "vazios, falsos e reais". "Vamos determinar como (as munições reais) entraram e por que razão estavam lá", frisou Mendoza. Para tal, as autoridades já admitiram que será "fundamental uma investigação completa e exaustiva para fazer uma avaliação". Alec Baldwin disparou um revólver LL Pietta Long Colt 45, referiu o xerife. 

"Acho que houve alguma complacência neste set", também indicou Mendoza, apesar de as investigações ainda estarem no início. "Muitos outros factos precisam de ser corroborados antes que possamos falar em negligência criminosa", assinalou. 

As autoridades ainda não acusaram ninguém pelo incidente, que aconteceu na tarde de quinta-feira passada, no rancho Bonanza Creek, no momento em que o protagonista e coprodutor de 'Rust' Baldwin ensaiava uma cena, tendo alvejado Halyna Hutchins, de 42 anos, que foi levada para um hospital próximo, sem resistir aos ferimentos. O realizador do filme, Joel Souza, também foi ferido no ombro e recebeu alta no mesmo dia.

Segundo Mendoza, o projétil que atingiu a diretora de fotografia pode ser o mesmo que foi retirado do ombro do realizador, mas apenas a perícia o pode confirmar. 

Contudo, as acusações criminais contra o ator ainda não foram descartadas pelas autoridades norte-americanas. "Todas as opções estão em cima da mesa", disse Mary Carmack-Altwies, procuradora distrital de Santa Fé, frisando que este "é um caso muito complexo", mas apenas vai "acabar até que tenhamos uma investigação completa".

Também estão a ser investigados rumores de que pessoas praticaram tiro ao alvo no local de filmagens antes do acidente.

Além do revólver usado pelo ator, uma pistola de plástico "não funcional" e outra arma modelo Single Action Army 45 foram recolhidas no rancho, indicou também Adan Mendoza. "Essa parece que tinha um cilindro modificado e pode não estar a funcionar, mas isso terá de ser determinado pelo laboratório criminal".

Este caso está longe de terminar e ainda não são conhecidas as implicações judiciais que o ator poderá receber ou não. Especialistas jurídicos acreditam que Alec Baldwin poderá evitar um processo criminal, visto que o ator parecia acreditar que a arma estava descarregada, disse o professor de direito da Universidade do Sul da Califórnia, Gregory Keating à agência de notícias AFP. 

Já para o consultor jurídico Bryan Sullivan, o ator poderá ser visado pelo crime, bem como outros produtores do filme. "Acredito que todos serão processados. O advogado de um queixoso irá definitivamente querer citar Baldwin, para obter dinheiro", apontou. 

Ler Mais


×

Pesquise no i

×