3/12/21
 
 
5G. Leilão chega ao fim após 201 dias com receita global de 566,8 milhões

5G. Leilão chega ao fim após 201 dias com receita global de 566,8 milhões

Jornal i 27/10/2021 18:59

O montante total atingido ascende a 566 802 milhões de euros, indica a ANACOM.

O leilão do 5G terminou esta quarta-feira, ao fim de 201 dias de licitação, com uma receita global de 566 802 milhões de euros, o dobro do que se previa inicialmente.

"Terminou hoje a fase de licitação principal do Leilão 5G e outras faixas relevantes após 1727 rondas, e consequentemente concluiu-se a fase de licitação do leilão, tendo sido apurados os resultados constantes da tabela abaixo, incluindo os da fase de licitação para novos entrantes (44 rondas)", lê-se na nota divulgada pela Autoridade Nacional de comunicações (ANACOM).

Esta ronda principal do leilão durava desde 14 de janeiro, há nove meses. 

Agora, esclarece o regulador liderado por João Cadete de Matos, o leilão "prossegue nos termos do respetivo regulamento, com as fases de consignação e atribuição dos direitos de utilização, processo que inclui a audiência prévia dos candidatos e licitantes e decisão final do Conselho de Administração da ANACOM".

Numa nota à imprensa, o Ministério das Infraestruturas e da Habitação "congratula-se com a notícia de que terminou hoje a fase de licitação principal" do leilão e recorda que, após a atribuição dos direitos de utilização, os respetivos titulares ficarão sujeitos ao cumprimento das obrigações estabelecidas no regulamento do leilão, designadamente obrigações de cobertura.

"Assim, os adquirentes que sejam titulares de direitos de utilização em faixas destinadas a comunicações eletrónicas, ficam obrigados a uma cobertura de 95% da população total do país e a uma cobertura de 90 % da população de cada uma das freguesias consideradas de baixa densidade, de cada uma das freguesias das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores e de cada uma das freguesias que integram municípios com freguesias de baixa densidade", continua a nota divulgada pelo gabinete do ministro das Infraestruturas e da Habitação.

Estas metas foram definidas até 2025, com metas intermédias até ao final de 2023 e 2024.

 

Ler Mais


×

Pesquise no i

×