7/12/21
 
 
Maratona de Pequim adiada indefinidamente após China detetar surtos

Maratona de Pequim adiada indefinidamente após China detetar surtos

Jornal i 25/10/2021 16:28

A Maratona de Pequim foi adiada "para evitar o risco de transmissão epidémica [e] para proteger efetivamente a saúde e a segurança dos corredores, funcionários e residentes", disseram os organizadores, em comunicado.

A maratona de Pequim, originalmente marcada para o próximo domingo, foi adiada, indefinidamente, para evitar qualquer risco de transmissão pela covid-19, cem dias antes da capital chinesa receber as Olimpíadas, anunciou hoje a organização.

 

A China registou hoje 39 novos casos de covid-19, testando a sua política de "tolerância zero" em relação ao coronavírus.

A Maratona de Pequim foi adiada "para evitar o risco de transmissão epidémica [e] para proteger efetivamente a saúde e a segurança dos corredores, funcionários e residentes", disseram os organizadores, em comunicado.

Cerca de 30.000 corredores deveriam participar do evento.

A maratona de Wuhan, que iria contar com 26 mil participantes, e originalmente marcada para o último domingo, também foi cancelada pelos mesmos motivos.

Pequim vai marcar os 100 dias que antecedem as Olimpíadas de Inverno na quarta-feira.

Os organizadores admitiram no início deste mês que "enfrentam grande pressão" devido à covid-19.

As autoridades estão a trabalhar para conter o contágio, através de medidas de confinamento localizadas e testes em massa entre os residentes das zonas afetadas.

As autoridades anunciaram a suspensão de viagens organizadas nas cinco regiões onde foram detetados casos, incluindo Pequim. Algumas cidades também suspenderam os serviços de autocarro e táxi.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×