7/12/21
 
 
Atriz Jamie Lee Curtis revela qual foi o maior desafio após a filha se assumir como transgénero

Atriz Jamie Lee Curtis revela qual foi o maior desafio após a filha se assumir como transgénero

Dreamstime Jornal i 23/10/2021 20:51

Há cerca de três meses, Jamie Lee Curtis revelou que o filho mais novo, então conhecido por Thomas, se tinha passado a chamar Ruby. Agora, 'apresentou' a filha. 

Jamie Lee Curtis expôs, numa entrevista à revista People, as maiores dificuldades ao acompanhar a transição de género da sua filha, Ruby, de 25 anos.

A atriz confessou que “aprender novas terminologias e palavras” foi, por vezes, um desafio, e que uma das coisas mais difíceis durante o processo foi a mudança do nome. Sublinhe-se que foi há cerca de três meses que Jamie Lee Curtis revelou que o filho mais novo, então conhecido por Thomas, se tinha passado a chamar Ruby.

"Quando a Ruby disse o seu ‘nome morto’ – eu nunca a tinha ouvido dizer esse nome. Então ele não serve mais", começou por recordar a artista, de 62 anos. "Isso foi, é claro, a coisa mais difícil. A regularidade dessa palavra. O nome que tu deste a uma criança; que tens dito a vida inteira. Então, é claro, no início, esse foi o desafio”, admitiu.

Segundo Jamie, tanto ela como o marido, Christopher Guest, ainda se estão a adaptar aos pronomes da filha. ”É falar um novo idioma”, disse. "É aprender novas terminologias e palavras. Sou nova nisto. Não sou alguém que finge saber muito sobre o assunto. E vou estragar tudo, vou cometer erros. Gostaria de tentar evitar cometer grandes erros”, desabafou, sublinhando, contudo, que “somos humanos” e é normal errar.

“Diminuis o teu discurso. Tornas-te um pouco mais consciente do que estás a dizer, de como estás a dizer. Ainda confundes. Estraguei tudo hoje duas vezes. Somos humanos”, contou.

No entanto, Ruby disse, na mesma entrevista, que não fica chateada com os pais por este tipo de erro: “Eu não fico chateada com eles por isso”.

Ruby, que deverá casar-se no próximo ano, revelou que tinha “cerca de 16 anos” quando começou a refletir sobre a sua verdadeira identidade e género.

“Um amigo que é trans perguntou-me qual era o meu sexo. Disse-lhe: 'Bem, eu sou homem'. Depois fiquei pensativa. Sabia que era diferente”, recordou. “Mas tive uma experiência negativa na terapia, por isso não me assumi imediatamente, quando provavelmente deveria. Sete anos depois, na altura ainda sendo Tom, disse à pessoa que agora é o meu noivo que provavelmente era trans. E ele disse: 'Amo-te pelo que és'”, acrescentou.

Para Jamie, o seu papel é claro: "Estou aqui para apoiá-la. Esse é o meu trabalho, assim como cuidar, amar e apoiar a irmã mais velha, Annie, nas suas caminhadas. Sou uma aluna grata. Aprendo muito com a Ruby".

Ler Mais


×

Pesquise no i

×