7/12/21
 
 
Aveiro. Ex-treinador de futebol condenado a mais dois anos de prisão por pornografia de menores

Aveiro. Ex-treinador de futebol condenado a mais dois anos de prisão por pornografia de menores

Jornal i 20/10/2021 17:22

Ex-treinador de futebol juvenil já tinha sido condenado a seis anos e meio de prisão por crimes sexuais contra menores.

Um antigo treinador de futebol juvenil foi, esta quarta-feira, condenado a mais dois anos de prisão por pornografia de menores pelo Tribunal de Aveiro. De realçar que o arguido já tinha sido condenado a seis anos e meio por crimes sexuais contra menores.

Segundo a juíza presidente, citada pela agência Lusa, o tribunal “considerou provada a essência da factualidade que constava da acusação” e a convicção resultou da prova documental e da confissão integral e sem reservas do arguido.

O ex-treinador, que não tinha antecedentes criminais, além de ter confessado os factos, iniciou de forma espontânea um tratamento. Foi “condenado nas penas parcelares de um ano e meio e um ano e oito meses de prisão, por dois crimes de pornografia de menores, tendo-lhe sido aplicada uma pena única, em cúmulo jurídico, de dois anos de prisão”, escreve a agência de notícias.

O arguido foi ainda condenado a pagar uma indemnização de 350 euros às vítimas e está proibido de exercer funções cujo exercício envolva contacto regular com menores e de assumir a confiança de menor pelo período de cinco anos.

Os factos ocorreram entre dezembro de 2015 e maio de 2016, quando o homem treinava duas equipas de crianças entre os 10 e 11 anos e uma equipa de crianças entre os 14 e 15 anos, num clube de futebol do concelho de Anadia, em Aveiro.

O arguido, segundo o Ministério Público, recorria a perfis falsos no Facebook para manter conversas com um rapaz e uma rapariga de 14 anos, que conheceu na Internet, onde os convencia a filmarem-se ou a fotografarem-se em atos sexuais explícitos.

Acabou por detido em 2016, após uma denúncia dos pais de um dos menores. Em julho foi condenado a uma pena de seis anos e meio de prisão por um crime de abuso sexual de crianças e nove crimes de pornografia de menores agravado.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×