30/11/21
 
 
EUA. Treinador de futebol despedido por recusar tomar a vacina

EUA. Treinador de futebol despedido por recusar tomar a vacina

Jornal i 19/10/2021 15:33

Nick Rolovich, o dirigente da equipa técnica de futebol da Universidade Washington State foi demitido por recusar tomar a vacina da Covid

Um importante técnico de futebol americano universitário foi demitido por se recusar a ser vacinado contra a Covid-19. A Washington State University (WSU) demitiu Nick Rolovich, o seu funcionário mais bem pago, e quatro dos seus assistentes, por não respeitarem a directiva que obriga os funcionários estaduais em Washington a estarem totalmente vacinados contra a Covid-19. 

Rolovich, de 42 anos, auferia 3,1 milhões de dólares por ano, e tinha-se inscrito para obter uma isenção religiosa face à directiva. Mas o Diretor de Atletismo da WSU, Pat Chun, disse que a isenção foi recusada. "Este é um dia desanimador para o nosso programa de futebol", disse Chun. "A nossa prioridade tem sido e continuará a ser a saúde e o bem-estar dos jovens da nossa equipa."

O afastamento de Rolovich marca o culminar de um confronto de três meses entre o técnico e o governador democrata de Washington, Jay Inslee. Em agosto, Inslee anunciou que todos os funcionários públicos e profissionais de saúde precisariam de duas doses da vacina Covid-19 para manterem os seus empregos. Segunda-feira era o prazo para que fossem vacinados, ou, em alternativa, estivessem ao abrigo de isenção médica ou religiosa.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×