27/11/21
 
 
Costa reúne-se hoje com PCP e BE e diz que Governo está aberto a todas sugestões

Costa reúne-se hoje com PCP e BE e diz que Governo está aberto a todas sugestões

Bruno Gonçalves Jornal i 19/10/2021 15:00

O primeiro-ministro diz que o Governo vai discutir o Orçamento do Estado com os dois partidos "com toda a abertura", até para ouvir sugestões de matérias extra orçamentais, sublinhando que confia na "racionalidade das pessoas", uma vez que, para o líder do executivo, "a única coisa racional é viabilizar o Orçamento". 

O primeiro-ministro disse que o Governo está preparado para se reunir, esta terça-feira, com o PCP e o BE sobre o Orçamento do Estado (OE), “com toda a abertura” para discutir até matérias extra orçamentais e sem “linhas vermelhas”.

"Eu nunca defino linhas vermelhas. Procuro sempre encontrar linhas verdes para o caminho que há a seguir. E, como diz a canção do Jorge Palma, enquanto há caminho para andar vamos continuar a caminhar", apontou António Costa aos jornalistas, à saída do Panteão Nacional, em Lisboa.

Interrogado acerca da possibilidade de o OE ser aprovado, António Costa reiterou que confia "na racionalidade das pessoas".

"A única coisa racional é viabilizarmos um Orçamento e podermos prosseguir esta trajetória de recuperação", sublinhou, ao acrescentar: “O que seria absolutamente irracional era, depois de um drama terrível que temos vindo a viver com a pandemia, juntarmos agora dramas políticos. Depois da terrível crise económica que tivemos, criar agora uma crise política. Isso não seria racional", reforçou o primeiro-ministro.

Para o líder do executivo, “não é fácil” chegar a um entendimento, contudo Costa realça que também foi complicado chegar a um acordo no ano passado.

Ainda assim, António Costa disse que o Governo tem "toda a abertura" para "discutir outros temas extra orçamentais, que têm sido colocados por outros partidos, que não têm propriamente a ver com o Orçamento, mas que têm a ver com o estatuto do SNS, que têm a ver com a agenda do trabalho digno".

Note-se que o Bloco de Esquerda enviou ontem as nove propostas do partido para negociar no OE e afirmou ainda que "há outras matérias orçamentais que exigem o estudo de alternativas", como a política fiscal, os salários diretos e indiretos, a energia e transição climática.

"Temos toda a disponibilidade para o fazer, e é por isso que está na agenda das negociações e que o Conselho de Ministros aprovará na quinta-feira para debate público", assinalou António Costa.

O primeiro-ministro também adiantou que, antes ou depois de regressar do Conselho Europeu em Bruxelas, irá também reunir-se com PEV e PAN.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×