30/11/21
 
 
Vítor Rainho 18/10/2021
Vítor Rainho

vitor.rainho@ionline.pt

Combustíveis. Quem semeia ventos, colhe tempestades

O Executivo de António Costa quer ficar na fotografia como o bom aluno na transição energética, para ostentar a maior bandeira verde do velho continente. Acontece que não se muda a economia de um país de um dia para o outro e enquanto Portugal quiser fazer o papel de bom aluno, os empresários e os particulares vão ficar desesperados com os elevados custos de vida. 

O aumento dos preços dos combustíveis poderá ser um verdadeiro tiro no pé e o Governo poderá sair bastante chamuscado desta ‘brincadeira’, pois não teve noção do efeito em cadeia que representa os elevados preços da gasolina e do gasóleo. Não são só os automobilistas particulares que sofrem com tal medida, pois toda a cadeia económica acaba por ser afetada com os altos custos dos combustíveis. Pode dizer-se que Portugal está em sintonia com a Europa, mas isso não é toda a verdade, pois o Executivo de António Costa quer ficar na fotografia como o bom aluno na transição energética, para ostentar a maior bandeira verde do velho continente. Acontece que não se muda a economia de um país de um dia para o outro e enquanto Portugal quiser fazer o papel de bom aluno, os empresários e os particulares vão ficar desesperados com os elevados custos de vida. Veremos também como irão reagir os outros países europeus, embora tenha a ideia que outros governos procuraram não ‘irritar’ camionistas e afins. Com mais de 20 aumentos dos combustíveis desde o início do ano, são vários os setores fortemente penalizados, como os dos transportes públicos, entre muitos outros. Já se fala que muitos produtos, como o pão, por exemplo, vão aumentar em 2022, o que, mesmo num país de brandos costumes, poderá acabar mal. Os ideólogos das energias renováveis esqueceram-se que não se muda a frota automóvel de uma dia para o outro e que os carros elétricos são muito mais caros dos que a gasóleo ou gasolina. Alguém que tem um carro que lhe custou dois ou três mil euros em segunda mão, onde irá encontrar um carro elétrico por esse valor valor? Estando ainda também por provar se no futuro os elétricos irão poluir menos do que os atuais, pois as baterias de lítio terão de ser recicladas, algo que não é assim tão simples. E será que se justifica que Portugal, um país tão pequeno, queira ser o melhor aluno numa Europa muito mais rica? Quem semeia ventos, colhe tempestades. 


×

Pesquise no i

×