1/12/21
 
 
Rolling Stones retiram música "Brown Sugar" dos concertos por conteúdo alegadamente sexista e racista

Rolling Stones retiram música "Brown Sugar" dos concertos por conteúdo alegadamente sexista e racista

DR Jornal i 15/10/2021 12:54

A letra do clássico lançado em 1971, faz referência a uma mulher de raça negra, escrava, que é "chicoteada pela meia-noite".

A aclamada banda Rolling Stones anunciou a retirada do seu clássico "Brown Sugar" da atual digressão pela América do Norte. A canção é uma das canções mais polémicas da banda e foi alvo de críticas durante vários anos por fazer um "retrato sexista de uma jovem mulher de raça negra".

Em entrevista ao Los Angeles Times, o vocalista Mick Jagger explicou que a banda decidiu retirar a canção da lista dos concertos agendados para a No Filter Tour, em português Digressão Sem Filtros, sem descartar, porém, um eventual regresso do clássico às atuações ao vivo.

A letra do clássico, lançado em 1971, faz referência a uma mulher de raça negra, escrava, que é "chicoteada pela meia-noite". No refrão da música repete-se ainda o termo "Brown sugar" (doce negro), referindo-se à mulher, e questionando-a: "como tens esse sabor?".

Já em dezembro de 1995, numa entrevista à revista Rolling Stone, Mick Jagger havia confessado, que, "se fosse agora, não teria escrito aquela música": "Não pensei naquele momento [da composição da música]. Nunca voltaria a escrevê-la", revelou. "Provavelmente iria censurar-me. Pensaria: 'Oh Deus, não posso, tenho que parar’. Deus sabe o que queria dizer nesta canção. É tanta confusão! Todo tipo de coisa de uma vez", frisou.

Interrogado sobre o motivo da retirada da música das atuações, o guitarrista Keith Richards acredita que a canção "aborda os horrores da escravidão" e que a banda está a "tentar enterrá-la". Contudo, o artista admitiu que gostaria "de tocar uma versão da música no futuro".

"Tento perceber por que as mulheres têm problemas com isto. Será que não perceberam que esta música tem a ver com os horrores da escravidão? Mas estão a tentar encobrir isso. E por enquanto não quero ter problemas", afirmou o músico. "Espero que possamos ressuscitar o bebé em toda a sua glória em algum momento", comentou Richards, de 77 anos.

Os britânicos regressaram à estrada com a digressão "No Filter" em setembro, após um longo hiato devido à pandemia da COVID-19. Em novembro de 2021, a banda vai fazer uma série de concertos, em lugares como Los Angeles, Las Vegas e Detroit.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×