19/01/2022
 
 
"É tudo tão surreal". Após quase 70 anos, há um homem gay na capa da Playboy

"É tudo tão surreal". Após quase 70 anos, há um homem gay na capa da Playboy

Instagram Jornal i 07/10/2021 10:26

Fotografado por Brian Ziff, o jovem surge na capa de forma ousada: com uma lingerie preta e com as famosas orelhas do coelhinho da Playboy.

Nasceu em 1998 nas Filipinas e tornou-se conhecido em todo o mundo em 2015, após um vídeo seu sobre maquilhagem se ter tornado viral. Agora, aos 23 anos e com mais de 17 milhões de seguidores no Instagram, Bretman Rock é o terceiro homem a 'fazer' a capa da Playboy – depois do fundador Hugh Hefner e do rapper porto-riquenho Bad Bunny, em agosto de 2020 – e o primeiro gay assumido a fazê-lo.

Fotografado por Brian Ziff, o jovem surge na capa de forma ousada: com uma lingerie preta e com as famosas orelhas do coelhinho da Playboy.

“Para a Playboy, ter um homem na capa é um grande compromisso para com a comunidade LGBT. É tudo tão surreal”, confessou o influencer filipino. "Um total 'isto está mesmo a acontecer agora?'. E estou tão bonito!".

Apesar de ser o primeiro homem a vestir o fato das ‘coelhinhas’ numa capa da revista fundada em 1953, houve outros que já o fizeram, embora com menos destaque e de forma mais discreta. Steve Martin foi o primeiro, em janeiro de 1980, e seguiram-lhe as pisadas Ezra Miller, Paul Rudd, Johnny Carson, Burt Reynolds e Flip Wilson.  

“For Playboy to have a male on the cover is a huge deal for the LGBT community, for my brown people community and it’s all so surreal. A total ‘is this even fucking happening right now?’ type of vibe. And I’m so pretty.”@bretmanrock for Playboy: https://t.co/6iN9yRUF57 pic.twitter.com/3NJGp4J9wU

— Playboy (@Playboy) October 1, 2021

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline