22/10/21
 
 
Mais de 330 pessoas detidas em flagrante delito pela GNR

Mais de 330 pessoas detidas em flagrante delito pela GNR

Jornal i 18/09/2021 17:11

Do total de detenções, destacam-se 89 por condução sem habilitação legal, 121 por condução sob efeito de álcool, 11 por furto e roubo, 24 por tráfico de estupefacientes, dez por posse ilegal de armas e arma proibida e nove por violência doméstica.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve 331 pessoas em flagrante delito, entre os dias 10 e 16 de setembro.

As detenções foram o resultado de “um conjunto de operações, em todo o território nacional”, que “visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional”, revela a força de segurança, este sábado, em comunicado.

Do total de detenções, destacam-se 89 por condução sem habilitação legal, 121 por condução sob efeito de álcool, 11 por furto e roubo, 24 por tráfico de estupefacientes, dez por posse ilegal de armas e arma proibida e nove por violência doméstica.

Foram ainda apreendidas 22.529,18 doses de haxixe, 683,428 doses de liamba, 103,3 doses de heroína, 50,2 doses de óleo de canábis, 23 pés de canábis, dez armas brancas ou proibidas, oito viaturas e 14.850 euros em numerário.

A GNR revela que foram também detetadas 7.005 infrações durante fiscalizações ao trânsito: 1.405 por excesso de velocidade, 623 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 603 por falta de inspeção periódica obrigatória, 332 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 300 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 93 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização, 217 relacionadas com tacógrafos e 208 por falta de seguro de responsabilidade civil.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×