16/10/21
 
 
Menos de 100 doentes com covid-19 nos cuidados intensivos

Menos de 100 doentes com covid-19 nos cuidados intensivos

AFP Jornal i 17/09/2021 17:21

Número de internados continua a baixar. Incidência e Rt também mantêm tendência de queda.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 1.023 casos do novo coronavírus e sete óbitos, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta sexta-feira.

O país soma agora um acumulado de 1.060.432 contágios, que levaram à morte de 17.895 pessoas infetadas com o SARS-CoV-2.

Segundo o novo balanço da DGS, Lisboa e Vale do Tejo foi a região que registou maior número de novos casos com 374, ligeiramente acima dos 372 contágios confirmados no Norte. Segue-se o Centro com 143 infeções, o Algarve com 78 e o Alentejo com 37. No arquipélago da Madeira há 14 mais 72 diagnósticos positivos e no dos Açores mais 42.

Três das sete vítimas mortais foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Norte, uma no Centro e outra no Algarve.

O número de internamentos continua em queda, estando hospitalizados 474 doentes com covid-19, menos 23 do que na quinta-feira. Nos cuidados intensivos encontram-se 97 infetados, menos seis do que ontem.

Nas últimas 24 horas, 1.555 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 1.007.911. 

Neste momento, existem 34.626 casos ativos da doença e as autoridades de saúde têm 31.704 contactos sob vigilância.

Os valores da incidência foram atualizados, como é habitual às sextas-feiras, tendo sido registada nova descida. Assim, a nível nacional passou de 191,1 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias para 173,6. No território continental a queda foi de 196,6 para 177,9.

Já o RT, que também baixou, passou de 0,84 para 0,83 a nível nacional e de 0,83 para 0,82 a nível continental.

O boletim de hoje atualizou também os dados epidemiológicos dos concelhos, destaque para o facto de haver agora 159 acima dos níveis de risco de incidência, ou seja menos 61 municípios com uma incidência superior a 120 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias face à semana passada.

Também é digno de nota que já não há municípios com o nível de risco mais grave.

Consulte o boletim na íntegra.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×