28/01/2022
 
 
Vítor Rainho 17/09/2021
Vítor Rainho

vitor.rainho@ionline.pt

Legalização da canábis finalmente a caminho

No ‘manifesto’ há nomes verdadeiramente surpreendentes, pelo menos para mim, e que me deixam com esperança que seja desta que Portugal vai dar um passo em frente, seguindo os bons exemplos do Canadá e do Uruguai, entre outros.

Entre vários ex-governantes encontramos Alberto Costa, Álvaro Laborinho Lúcio, Correia de Campos, Vera Jardim, Paula Teixeira da Cruz, já para não falar em António Barreto. Mas o que fazem estes ex-governantes, de áreas como a Administração Interna, Justiça ou Saúde, ao lado de figuras como Sobrinho Simões, Júlio Machado Vaz ou Francisco George?

Todos entendem que está na hora de legalizar a canábis para controlar o que os jovens fumam, para combaterem o tráfego ilegal, logo o terrorismo, e para o Estado ter dinheiro para investir na prevenção.

Há anos que defendo a legalização da canábis, e não só, pois entendo que o Estado não tem nada a ver com o que as pessoas consomem, por isso me bato contra os fundamentalistas árabes que nos querem proibir de beber álcool e contra os ditadorzinhos que nos vão querer proibir no futuro o consumo de carne e de um belo marisco. Há anos que se sabe que a quantidade da substância ativa da canábis estava a aumentar, provocando lesões sérias em crianças que começam a fumar muito cedo.

Se é verdade que os 60 subscritores da carta defendem um limite de idade para se poder consumir, também é verdade que sabem que não haverá controlo verdadeiro de idade, pois os mais velhos poderão passar aos mais novos. Mas que seja. Se consumirem haxixe ou erva com uma percentagem de THC mais reduzida do que aquela que circula nas ruas, tanto melhor. Nos últimos anos o consumo de canábis subiu consideravelmente e é natural que não deixe de subir, logo, nada melhor do que conseguir minimizar os efeitos nefastos. Hoje há drogas para todos os gostos que podem ser ‘fabricadas’ num vão de escada. Não perceber que é uma guerra perdida é um disparate. Ainda bem que estas 60 figuras o dizem de uma forma tão clara. Parabéns. 

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline