23/10/21
 
 
Dois homens detidos em Lisboa por clonagem de cartões multibanco

Dois homens detidos em Lisboa por clonagem de cartões multibanco

Dreamstime Jornal i 16/09/2021 18:09

Estima-se que a atividade levada a cabo pelos detidos possa ter permitido lucros na ordem dos milhões de euros. 

A PSP deteve, em Lisboa, no passado dia 14 de setembro, dois homens, de 39 e 50 anos, suspeitos da prática dos crimes de falsidade informática, burla Informática e contrafação de moeda/título equiparado.

Num comunicado divulgado esta quinta-feira nas redes sociais, o Comando Metropolitano da PSP de Lisboa revela que um agente “detetou movimentações estranhas de um cidadão que se deslocava reiteradamente a multibancos no centro da cidade, usando cartões bancários de cores garridas e sem aparentes inscrições de qualquer entidade bancária, levantando avultadas quantias monetárias”.

Com base nesta suspeita, a PSP levou a cabo uma ação operacional com várias equipas da estrutura de investigação criminal daquela polícia, “sendo recolhido um dos talões que o suspeito arremessou ao solo, permitindo concluir que a referida transação bancária era ilegítima e proveniente de um cartão clonado”.

“Nesta sequência, o suspeito foi detido à porta de uma habitação de seu usufruto e, enquanto se promovia a busca domiciliária à residência do detido, um coautor deste entrou na habitação, sendo surpreendido neste momento. Este último foi igualmente detido em flagrante delito por estar na posse de cartões bancários contrafeitos e uma avultada quantia monetária, proveniente de levantamentos sucessivos que tinha feito durante a tarde”, informa a força de segurança.

Da busca realizada pela PSP, foram apreendidos vários objetos que, “de forma altamente indiciadora”, indicam que os homens se dedicaram, em território nacional, “à instalação de dispositivos de Skimming e cópia de cartões bancários”. Ou seja, através de dispositivos apropriados, copiam os dados constantes das bandas dos cartões bancários – débito e crédito – gravando o código pin dos mesmos para, seguidamente, com recurso a cartões contrafeitos, proceder a levantamentos bancários e transações comerciais com os mesmos, como se de fidedignos/originais se tratassem.

A PSP apreendeu 46 cartões de banda: 26 em branco e aptos a receber informação bancária, 17 cartões contrafeitos (contendo legítimos dados de cartões bancários) e 3 cartões legítimos; 26590 euros em notas do BCE; 23 dispositivos artesanais de captação de vídeo com duas baterias e respetivos cartões de memória; 16 dispositivos artesanais de clonagem/leitura de banda magnética de cartão bancário, Skimmers; 29 baterias; 6 cartões de memória; 3 telemóveis; 1 motociclo; 2 computadores portáteis; 1 dispositivo artesanal USB ligação à respetiva entrada do aparelho/dispositivo artesanal de entrada de cartões para clonagem; 1 dispositivo com ligação USB de impressão de dados em cartões bancários; 2 chaves de residência; vários documentos e artigos avulsos relacionados com a atividade delituosa e réguas e material de solda de precisão para montagem dos aparelhos.

Segundo a mesma nota, apurou-se ainda que os cartões apreendidos teriam sido copiados em ATM comprometido na zona de Cascais. “Estima-se que a atividade levada a cabo pelos detidos possa ter permitido lucros na ordem dos milhões de euros”, lê-se.

Os detidos foram presentes no DIAP de Lisboa para 1ºInterrogatório Judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação mais gravosa – prisão preventiva.

A PSP contou com a colaboração da SIBS (Unidade de Prevenção e Controlo de Fraude da Unidade de Negócios PAYWATCH), que confirmou a violação da integridade da referida ATM, e da Polícia Judiciária.

 

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×