18/10/21
 
 
Mário Bacelar Begonha 16/09/2021
Mário Bacelar Begonha

opiniao@newsplex.pt

A questão do regime

Mas será este “regime”, em que estamos a viver, melhor do que aquele que alguns denominavam de ditadura?!?

Para quem conheceu, viveu e estudou o Regime da Constituição de “33” e, foi obrigado a “visitas”, na Rua António Maria Cardoso, a sede da PIDE ao inspetor Pereira de Carvalho, durante sete anos, e a “entrevistas” com o coronel Páscoa, diretor do “Exame Prévio” (Censura), durante cinco anos, estará em condições de poder comparar esse regime com o atual, no que toca a liberdade de expressão.

Escrevemos em vários jornais diários, desde 1965, declinámos vários convites para algumas posições de relevo, uns por que queríamos conservar as nossas convicções técnicas, sociais e políticas e, sobre tudo, a nossa integridade de caráter, e outros por não se adequarem ao nosso perfil, como por exemplo, provedor da Casa Pia.

Fomos testemunha abonatória de Otelo Saraiva de Carvalho, quando ele foi preso, para testemunhar um ato de grande dignidade, por ele praticado, aquando da prisão do ministro do Exército, general Andrade e Silva, que, na cadeia, com 70 anos de idade, estava a perder um quilo por semana.

A nosso pedido pessoal, mandou-o para casa, sem quaisquer restrições. Não era, e não foi, de facto, um sanguinário, ingénuo, sim, tendo sido manipulado por pessoas radicais, que isso sim, foi, e de que maneira.

Mas será este “regime”, em que estamos a viver, melhor do que aquele que alguns denominavam de ditadura?!? Não, o que naquele regime não se podia ser era comunista, mas nos EUA, que são uma democracia, é possível alguém ser comunista e manifestá-lo?...

Mas será que a Coreia do Norte, a China, a Rússia, Cuba, o Irão, etc.... são exemplos de países democráticos?!?, apesar de Bernardino Soares ter afirmado no Parlamento, como deputado, ter dúvidas se a Coreia do Norte era uma democracia ou não.

Para quem, como nós, depois de Abril de 1974, viu em Mário Soares um líder sério, justo e realista, já que não foi um socialista radical , tendo alguns críticos afirmado: “Que tinha metido o Socialismo na gaveta”, esta atual desorientação do PS, no Governo, em muitos aspetos, faz-nos pensar num regime que se pode denominar de anomia, com a agravante de se apoiar numa esquerda, não democrática, anti-União Europeia e, anti-NATO, caminho que, certamente, Mário Soares repudiaria.

Agora, como poderemos encarar o futuro? Certamente com muita preocupação, já que noventa por cento dos portugueses não sabem nadar e, o mar está a Oeste do nosso território e a Este temos Espanha, com 47 milhões, sendo previsível, que dentro de 20 anos a população portuguesa não exceda 7 milhões de naturais.

Possivelmente, no futuro, poderemos voltar a 1580, o que só não acontecerá se os espanhóis não quiserem.

É que a juventude portuguesa deixou de ter valores, princípios e, sobre tudo, o culto da Pátria, para se determinar, hoje, por valores materiais, o que até por referendo, um dia, fará com que possamos voltar a 1580, que levou Camões a dizer que morria com a Pátria, e não sabemos se haverá outro 1640.

Por isto ser perigoso, complicado e delicado é que julgamos que é urgente dar um novo rumo a Portugal, que nos últimos anos perdeu o seu zénite.

O aviso é realista e patriota, outros haverá que lhes é indiferente, no futuro, serem o que não são hoje.

Então onde está a inclusão social e o espírito de Nação?!?

Significa isto que este Sistema falhou.

Sociólogo

Escreve quinzenalmente

 


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×