24/10/21
 
 
Von der Leyen anuncia investimento de 50 mil milhões de euros para plano de saúde até 2027

Von der Leyen anuncia investimento de 50 mil milhões de euros para plano de saúde até 2027

AFP Jornal i 15/09/2021 09:24

A governante revelou ainda que a UE tem como objetivo acelerar a vacinação contra a covid-19 nos países de baixo rendimento, pelo que irá doar mais 200 milhões de doses até meados de 2022.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, anunciou, esta quarta-feira, um investimento de 50 mil milhões de euros na saúde da União Europeia (UE), até 2027.

"Queremos criar uma missão de resiliência para toda a UE, que será apoiada pelo investimento da Team Europe em 50 mil milhões até 2027. Queremos assegurar-nos que nenhum vírus possa de novo transformar-se numa pandemia global", frisou, no seu segundo discurso sobre o Estado da União (SOTEU, na sigla inglesa).

A governante revelou ainda que a UE tem como objetivo acelerar a vacinação contra a covid-19 nos países de baixo rendimento, pelo que irá doar mais 200 milhões de doses até meados de 2022.

“A minha primeira prioridade é acelerar a vacinação nos países de baixo rendimento. Posso anunciar hoje que a Comissão vai acrescentar uma nova doação de mais 200 milhões de doses até meados do próximo ano", disse aos eurodeputados. "Trata-se de um investimento na solidariedade e é um investimento também na saúde global".

De sublinhar que a UE já doou 700 milhões de vacinas a mais de 130 países, aos quais acrescem estes novos 200 milhões.

Von der Leyen sublinhou as “divergências preocupantes” das taxas de vacinação entre os Estados-membros, acrescentando que uma das prioridades é prosseguir os esforços de vacinação contra a pandemia na UE. "Vemos divergências preocupantes entre os Estados-membros no que respeita às taxas de vacinação e por isso precisamos de manter o ímpeto", disse.

"Temos 1,8 mil milhões de doses adicionais asseguradas, o que é suficiente para nós e para a nossa vizinhança e ainda para se forem necessárias vacinas de reforço", acrescentou.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×