27/10/21
 
 
Reabertura do centro de vacinação do Queimódromo do Porto "não se justifica", diz task-force

Reabertura do centro de vacinação do Queimódromo do Porto "não se justifica", diz task-force

Jornal i 13/09/2021 11:53

Em causa está o "baixo ritmo de vacinação".

A task-force responsável pelo plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal revelou, esta segunda-feira, que “não se justifica a reabertura” do centro de vacinação do Queimódromo do Porto.

“Tendo em conta o baixo ritmo de vacinação, uma vez que a esmagadora maioria da população já se encontra vacinada e a atual cobertura de centros de vacinação existente na cidade do Porto, foi considerado não se justificar a reabertura do CVC do Queimódromo”, afirmou a task-force à agência Lusa.

Recorde-se que a vacinação no Queimódromo do Porto foi suspensa no dia 12 de agosto devido a "uma alegada falha na cadeia de frio". Foi aberto um inquérito para averiguar as causas do incidente.

A 24 de agosto, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, coordenador da task-force, já tinha afirmado que a reabertura do centro poderia “já não ser útil”, independentemente do resultado da investigação.

“Temos que ter a certeza de que, ao reabrir, as operações vão correr bem e, também, que aquilo tem utilidade, porque, nesta fase, começamos a estar no fim [da vacinação massiva] e podemos chegar à conclusão de que abrir uma estrutura daquelas no fim do processo pode já não ser útil”, disse o vice-almirante.

 

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×