20/9/21
 
 
Noronha Lopes não se recandidata às eleições no Benfica e avisa que não vai apoiar Rui Costa

Noronha Lopes não se recandidata às eleições no Benfica e avisa que não vai apoiar Rui Costa

Instagram/João Noronha Lopes Jornal i 09/09/2021 18:45

O rival de Vieira nas últimas eleições, em outubro do ano passado, justificou a retirada das próximas eleições com razões familiares e profissionais. João Noronha Lopes admitiu ter uma "grande admiração” por Rui Costa “enquanto jogador”, mas o mesmo não acontece “enquanto dirigente”.

João Noronha Lopes não vai voltar a medir forças com os possíveis candidatos à presidência do Benfica nas próximas eleições, agendadas para 09 de outubro.

"Foi uma das decisões mais difíceis da minha vida. Esta decisão tem que ver com fortes razões familiares e profissionais", anunciou João Noronha Lopes, esta quinta-feira, em conferência de imprensa.

"As circunstâncias atuais não me permitem que me recandidate. Na vida nem sempre podemos fazer aquilo de que gostamos. Este é um desses momentos. Ponderei candidatar-me de novo nas últimas semanas. Feita a ponderação, tomei a decisão de não me recandidatar, explicou o rival de Luís Filipe Vieira nas últimas eleições, realizadas no ano passado, nas quais obteve 34,71% dos votos dos benfiquistas.

O empresário fez questão de dizer que não irá votar em Rui Costa, caso o atual presidente do Sport Lisboa e Benfica se candidate às eleições em outubro.

João Noronha Lopes admitiu ter uma "grande admiração” por Rui Costa “enquanto jogador”, mas o mesmo não acontece “enquanto dirigente”, ao afirmar que o antigo braço direito de Vieira esteve “ausente” em “momentos graves da história do Benfica”.

"Quando tivemos uma OPA ilegal, não ouvi uma palavra de Rui Costa. Quando tivemos a demissão do presidente da Assembleia Geral há pouco tempo porque não concordava com o adiamento da Assembleia Geral Extraordinária, não ouvi uma palavra de Rui Costa. Portanto, onde estava Rui Costa nesses momentos? Esteve completamente ausente de momentos graves da história do Benfica”, frisou o empresário.

Em relação a outros candidatos, João Noronha Lopes disse não ter conhecimento, considerando ser “prematuro” falar sobre o assunto.

O rival de Vieira também lamentou a recente discussão sobre ex-presidente do Benfica vir a vender as ações que detém da SAD dos encarnados, ao assinalar que esta vontade "vem de uma novela que vem desde uma OPA que foi declarada ilegal".

"Depois tivemos o aparecimento de uma proposta de um senhor Textor, que apareceu a propor um preço de valor de compra de ações muito acima do valor de mercado sem garantias de qualquer controlo sobre a SAD, e numa SAD que não distribui dividendos. Voltamos a ter agora uma outra proposta relativamente a um comprador de uma parte do capital do Benfica", salientou.

João Noronha Lopes disse que o Benfica, em 2017, “tinha todas as condições para ter comprado uma parte significativa destas ações a um bom preço”, porém o empresário apontou para uma “sucessão de eventos secretos e pouco explicados”.

“O que une todos estes eventos? Parece que, na direção do Benfica, ninguém sabe nada e que tudo o que aconteceu era apenas do conhecimento de uma pessoa", rematou.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×