07/02/2023
 
 
SIS obriga Gouveia e Melo a andar com guarda-costas. Marta Temido e Graça Freitas também têm guarda-costas da PSP

SIS obriga Gouveia e Melo a andar com guarda-costas. Marta Temido e Graça Freitas também têm guarda-costas da PSP

Miguel Silva Felícia Cabrita e Vítor Rainho 28/08/2021 19:10

Não há duas sem três. Depois da ministra e da diretora geral de Saúde, também o vice-almirante passou a andar protegido por um elemento do corpo de segurança pessoal da PSP. O militar não queria, mas foi obrigado a aceitar.

por Felícia Cabrita e Vítor Rainho

As atitudes dos negacionistas em Odivelas, a 14 de agosto, quando tentaram agredir o vice-almirante Gouveia e Melo, responsável pela task force da vacinação contra a covid-19, e os insultos de assassino e de capitanear um genocídio que encheram as redes sociais, alarmou o Serviço de Informações e Segurança (SIS) que entendeu que o melhor, para prevenir confrontos graves, era rodear o militar de medidas de segurança à semelhança do que já acontecera à ministra da Saúde, Marta Temido, e à diretora geral da Saúde, Graça Freitas. Os três rostos da vacinação andam agora sempre acompanhados de um elemento do corpo de segurança pessoal da PSP para evitar hipotéticos agressores.

Em declarações ao Nascer do SOL, o submarionista confirma as medidas de segurança tomadas: «Pensei que não era necessário, mas não quero desrespeitar as preocupações dos outros. Mas é uma decisão que acaba por ser útil. Imagine que há uma provocação qualquer e eu sou obrigado a reagir! Seria péssimo para a imagem do processo de vacinação porque os militares não se podem defender. Portanto, o facto de haver este interface,é bom».

Leia aqui o artigo na íntegra.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline