02/12/2022
 
 
Limpeza do Padrão dos Descobrimentos custou mais de dois mil euros

Limpeza do Padrão dos Descobrimentos custou mais de dois mil euros

Jornal i 10/08/2021 16:35

A operação de limpeza “teve um custo de 2.300 euros + IVA”, que será assegurado pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural.

A limpeza do graffiti inscrito no Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, custou 2.300 euros, valor ao qual acresce o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA). Recorde-se que o monumento foi vandalizado no passado domingo com um graffiti de cerca de 20 metros, no qual se lia “Blindly sailing for monney, humanity is drowning in a scarllet sea”, que significa: “Velejando cegamente por dinheiro, a Humanidade afunda-se num mar escarlate”, em tradução livre.

À agência Lusa a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural [EGEAC] afirmou que a operação de limpeza “teve um custo de 2.300 euros + IVA”, que será assegurado pela empresa municipal de Lisboa.

A limpeza do monumento começou ao início da tarde de segunda-feira, depois da Polícia Judiciária (PJ) ter estado no local, e “foi concluída pouco depois da meia-noite, pelas 00h15”.

A empresa informou ainda que o Padrão dos Descobrimentos "tem sistema de videovigilância no interior" e "tem segurança, que faz rondas no exterior regularmente". "Este monumento está também incluído nos circuitos da Polícia Municipal, com rondas periódicas, que serão agora reforçadas", frisou à agência noticiosa.

De sublinhar que a PJ confirmou, tal como o i avançou na edição desta terça-feira, que a alegada autora do graffiti é uma cidadã estrangeira, que já não se encontra em Portugal.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline