24/9/21
 
 
Norte é a região com mais óbitos por covid-19. Lisboa e Vale do Tejo regista maior número de casos

Norte é a região com mais óbitos por covid-19. Lisboa e Vale do Tejo regista maior número de casos

AFP Jornal i 04/08/2021 15:08

O número de internamentos voltou a registar uma queda significativa. Rácio de transmissibilidade (RT) e incidência de novos casos seguem tendência decrescente.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 3.203 casos do novo coronavírus e 15 óbitos, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quarta-feira. O número de internamentos voltou a registar uma queda significativa. Região Norte foi a que contabilizou o maior número de vítimas mortais, enquanto Lisboa e Vale do Tejo concentrou o maior número de infeções. Rácio de transmissibilidade (RT) e incidência de novos casos seguem tendência decrescente.

Lisboa e Vale do Tejo registou 1.262 casos de SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas. Segue-se o Norte com 1.035, o Centro com 356, o Algarve com 297 e o Alentejo com 138. No arquipélago da Madeira houve mais 51 casos e no dos Açores 64.

Já no que diz respeito ao número de óbitos, a região Norte foi a que mais afetada: registou sete das 15 vítimas mortais. Em Lisboa e Vale do Tejo ocorreram cinco mortes, no Centro duas e no Algarve uma.

O RT e a incidência de novos casos foram atualizados esta quarta-feira e seguem a tendência decrescente observada nas últimas atualizações. Segundo o boletim da DGS, Portugal tem uma incidência de 376,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, uma diminuição face aos 394,6 registados na segunda-feira, e Portugal continental de 384,5, uma diminuição de 18,6. Já o RT situa-se nos 0,92 em ambos os casos. Na última atualização este valor era de 0,94.

O número de internamentos voltou a descer. Depois de ontem se registar uma queda de 23 pessoas internadas, o relatório desta quarta-feira dá conta de menos 26 hospitalizados com covid-19, diminuindo o número total para 919. Já o número de doentes graves em Unidades de Cuidados Intensivos mantém-se inalterado: 204.

Portugal registou, desde o início da pandemia, 977.406 casos de SARS-CoV-2, 47.374 dos quais permanecem ativos – menos 102 – , e 17.412 não resistiram. Nas últimas 24 horas, 3.290 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 912.620. Atualmente, as autoridades de saúde têm 70.309 contactos em vigilância.

Veja aqui o boletim na íntegra.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×