25/9/21
 
 
DGS encurta intervalo entre doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer

DGS encurta intervalo entre doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer

AFP Jornal i 03/08/2021 14:23

A atualização da norma da DGS surge poucos dias depois de o coordenador da task-force responsável pelo plano de vacinação contra a covid-19 ter defendido o encurtamento do prazo entre a toma das duas vacinas, sublinhando que uma decisão semelhante já tinha sido tomada em relação à vacina da AstraZeneca.

A Direção-Geral de Saúde (DGS) decidiu encurtar o intervalo recomendado entre as duas doses da vacina Cominarty, do consórcio Pfizer/BioNTech, de 28 dias para 21 a 28 dias, segundo uma norma esta terça-feira publicada.

O tempo de espera entre as doses tinha sido alargado de 21 para 28 dias em março, uma decisão que, segundo o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, fora tomada “com amplo consenso técnico da Direção-Geral da Saúde e do Infarmed”.

A atualização da norma da DGS surge poucos dias depois de o coordenador da task-force responsável pelo plano de vacinação contra a covid-19, vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, ter defendido o encurtamento do prazo entre a toma das duas vacinas, sublinhando que uma decisão semelhante já tinha sido tomada em relação à vacina da AstraZeneca.

Desde o início da vacinação contra a covid-19 em Portugal, em dezembro de 2020, já foram administradas 12,2 milhões de vacinas. Cerca de 68% da população portuguesa já tem pelo menos uma dose da vacina e 56,5% tem a vacinação completa.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×