25/9/21
 
 
Atleta bielorrussa diz ter sido forçada a retirar-se dos JO e recusou regressar a casa

Atleta bielorrussa diz ter sido forçada a retirar-se dos JO e recusou regressar a casa

AFP Jornal i 02/08/2021 12:42

A ordem de regresso terá sido dada pelo Governo de Lukashenko após Krystsina, no fim de semana, ter criticado a federação e os treinadores nas redes sociais. 

A atleta olímpica bielorrussa Krystsina Tsimanouskaya recusou embarcar no voo de regresso a casa, depois de afirmar que foi forçada a retirar-se dos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, acabando por passar a noite no hotel do aeroporto, sob proteção policial.

A ordem de regresso terá sido dada pelo Governo de Lukashenko após Krystsina, no fim de semana, ter criticado a federação e os treinadores nas redes sociais pelo facto de ter sido inscrita inesperadamente na prova de atletismo de 400 metros, devido a atletas que não realizaram todos os testes antidoping.

"Caso me tivesse avisado previamente, explicado toda a situação e perguntado se seria capaz de correr os 400 metros, não reagiria de maneira tão severa. Mas decidiram fazer tudo nas minhas costas", assinalou a corredora nas plataformas digitais.

Agora, a jovem de 24 anos já pediu asilo político e os países Polónia, República Checa e França estão dispostos a recebê-la.

O Comité Olímpico Internacional confirmou que a atleta está em segurança e está a manter contacto com as Nações Unidas.

"O COI [Comité Olímpico Internacional] e Tóquio-2020 contactaram esta tarde [de domingo] diretamente com Krystsina Tsimanouskaya. Está com as autoridades no aeroporto de Haneda e acompanhada por um membro da equipa Tóquio-2020. Ela disse-nos que se sentia em segurança", confirmou o Comité no Twitter. 

De realçar que esta situação acontece num momento em que o Presidente Alexander Lukashenko está a reprimir todos os opositores do seu regime, ao tentar cessar com o movimento de contestação levado a cabo em 2020 contra a sua reeleição. Lukashenko está no quinto mandato ao poder da Bielorrússia.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×