24/9/21
 
 
Morreram seis pessoas vítimas do crime de violência doméstica nos últimos três meses

Morreram seis pessoas vítimas do crime de violência doméstica nos últimos três meses

Jornal i 30/07/2021 15:42

Morrem seis pessoas durante o segundo trimestre de 2021. O número de vítimas mortais é igual ao do primeiro trimestre do ano, entre janeiro e março, quando morreram quatro mulheres e dois homens. No entanto, é superior ao período homólogo: morreram cinco pessoas, três mulheres, uma criança e um homem.

Cinco mulheres e um homem morreram entre abril e junho, vítimas do crime de violência doméstica, segundo dados governamentais divulgados esta sexta-feira. Foram ainda registadas 6.661 participações pelo mesmo crime à Polícia de Segurança Pública (PSP) e Guarda Nacional Republicana (GNR).

O número de vítimas mortais é igual ao do primeiro trimestre do ano, entre janeiro e março, quando morreram quatro mulheres e dois homens. No entanto, é superior ao período homólogo, quando morreram cinco pessoas, três mulheres, uma criança e um homem.

No segundo trimestre realizaram-se mais 1.144 participações do que no primeiro (5.517). Já quando comparado com o mesmo período de 2020, registaram-se menos 298 queixas.

Os dados indicam ainda que foi aplicada a suspensão provisória do processo a 1.753 autores do crime de violência doméstica – mais 48 do que em 2020. Esta medida é executada com acompanhamento da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionas (DGRSP) e evita que os arguidos tenham que ficar presos.

Entre abril e junho, o número de reclusos presos por violência doméstica era de 1.112, superando os 1.064 registados no mesmo período em 2020.

Do total de 1.112 reclusos, 892 cumprem pena em estabelecimento prisional e 233 encontram-se em prisão preventiva.

Estão em vigor 847 medidas de afastamento da vítima, sendo que 681 estão a ser monitorizadas através de pulseira eletrónica.

Há ainda 1.962 pessoas integradas em programas para agressores em violência doméstica, mais 366 do que no período homólogo. Destes, 134 participam no programa para agressores em violência doméstica em meio prisional e 1.828 na comunidade.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×