1/8/21
 
 
Piadas antissemitas levam diretor artístico da Cerimónia de Abertura dos JO a demitir-se

Piadas antissemitas levam diretor artístico da Cerimónia de Abertura dos JO a demitir-se

Dreamstime Jornal i 22/07/2021 19:05

O humorista e encenador Kentaro Kobayashi renunciou a sua função a um dia da abertura do evento desportivo. 

Um dos diretores artísticos da Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos (JO) Tóquio’2020 demitiu-se, esta quinta-feira, a um dia antes do começo do evento desportivo, na sexta-feira. 

Em causa estão piadas antissemitas que Kentaro Kobayashi, humorista e encenador, disse num espetáculo em 1998.

"O entretenimento não deve deixar as pessoas desconfortáveis. Eu percebo que minha escolha de palavras estava errada e arrependo-me disso", disse Kobayashi, num comunicado divulgado pelo jornal japonês Yomiuri Shimbun.

A demissão foi apresentada após ter sido revelado um vídeo no qual falava sobre o extermínio de judeus durante a Segunda Guerra Mundial. “Vamos brincar ao Holocausto", disse a outro colega que participava na cena, segundo indica a agência AFP.

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, considerou este episódio como “ultrajante” e “inaceitável”.

Esta não é a única polémica que abalou com a sessão inaugural dos JO. Ainda esta semana, o compositor escolhido para a Cerimónia de Abertura, músico Keigo Oyamada, também se demitiu, devido a um episódio de bullying dirigido a pessoas com deficiência.

Yoshiro Mori, antigo presidente do Comité Organizador, também abandonou o cargo por causa de comentários sexistas e Hiroshi Sasaki, diretor criativo, renunciou, depois de comparar uma atriz a um porco.

A Cerimónia de Abertura dos JO em Tóquio vai ocorrer esta sexta-feira, pelas 20h00 locais (12h00 de Lisboa), no Estádio Nacional, na capital nipónica.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×