23/9/21
 
 
CDS-PP. 'Chicão' ignora críticas de Nuno Melo

CDS-PP. 'Chicão' ignora críticas de Nuno Melo

Facebook - Francisco Rodrigues dos Santos Jornal i 13/07/2021 21:30

As jornadas parlamentares do CDS-PP deram azo a críticas do eurodeputado Nuno Melo à direção do partido. Francisco Rodrigues dos Santos, no entanto, ignorou os ataques.

Prosseguiram as jornadas parlamentares do CDS-PP, que arrancaram na segunda-feira e terminam na terça-feira, em São João da Madeira, no distrito de Aveiro. O clima já tinha começado a aquecer no primeiro dia de jornadas, e hoje as temperaturas não desceram.

Primeiro, Nuno Melo, eurodeputado centrista, começou logo por disparar críticas à direção de Francisco Rodrigues dos Santos, acusando o líder do CDS-PP de “entrincheiramento diretivo”. “Eu começo desde logo por aquilo que eu considero que é um entrincheiramento diretivo. Um partido não pode desvalorizar saída de militantes, um partido não pode estar concentrado em ajustes de contas e purgas para dentro tendo a pretensão de ser simultaneamente eficaz para fora”, atacou Nuno Melo, que negou estar “na conta da oposição”. O eurodeputado continuou, durante os 45 minutos de discurso na noite de segunda-feira, a fazer várias críticas, atacando “quem, mandando, ataca os seus, muitas vezes dos seus e os que mais se destacam”.

No discurso de Francisco Rodrigues dos Santos, no entanto, o líder centrista não se pronunciou sobre as críticas de Nuno Melo, preferindo focar-se na crítica ao Governo de António Costa e ao Partido Socialista. ‘Chicão’ começou o seu discurso por realçar a importância de liderar a oposição ao Governo socialista, considerando que “faz todo o sentido que o partido [CDS-PP] observe o futuro e coloque a importância na necessidade” de estar “na liderança da oposição do PS”.

Portugal, afirma o líder centrista, está num momento em que existe “um cercear cada vez maior das liberdades por parte do Governo socialista, e em que os seus métodos de governo são cada vez mais totalitários e radicais”, onde o CDS-PP se deve afirmar “como uma componente fundamental na alternativa política em Portugal”, defende.

Francisco Rodrigues dos Santos concluiu o seu discurso no encerramento das jornadas parlamentares dos centristas com um conjunto de elogios aos deputados centristas que representam o partido no Parlamento, entre eles João Almeida, candidato à Câmara Municipal de São João da Madeira, onde decorreram as jornadas.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×