31/7/21
 
 
Portugal continental na zona vermelha da matriz de risco. LVT com 64% dos novos casos e internamentos a aumentar

Portugal continental na zona vermelha da matriz de risco. LVT com 64% dos novos casos e internamentos a aumentar

AFP Jornal i 21/06/2021 15:21

Incidência e Rt aumentaram, tanto a nível nacional, como quando considerado apenas o continente. Pelo segundo dia consecutivo, os internamentos estão acima da barreira dos 400. Por outro lado, o país ultrapassou a marca dos 820 mil recuperados. 

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 756 casos de covid-19 e três vítimas mortais associadas à doença. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta segunda-feira, o país soma agora um total acumulado de 865.806 infetados desde o início da pandemia, dos quais 17.068 não resistiram.

Lisboa e Vale do Tejo registou 484 dos 756 novos casos (64%). Segue-se o Norte com 126 novos infetados, o Algarve com 69, o Centro com 28 e o Alentejo com 23. No arquipélago dos Açores há 23 novos casos e no da Madeira três.

O número de internamentos aumentou consideravelmente e é o mais alto desde 19 de abril. Há agora 443 doentes covid internados nos hospitais portugueses, mais 38 do que ontem. É preciso recuar ao dia 19 de abril, quando eram 454, para encontrar um número superior ao de hoje. Já o número de doentes em Cuidados Intensivos permanece inalterado: são 97.

Por outro lado, mais 393 pessoas venceram a doença, elevando o número de recuperado para 820.081.

Há agora 28.657 casos ativos, mais 360 do que ontem, e as autoridades de saúde têm 40.529 contactos em vigilância.

O boletim de hoje revela ainda que Portugal continental se encontra na zona vermelha da matriz de risco.

A incidência a nível nacional é agora de 119,3 casos de infeção por 100 mil habitantes e na última atualização, feita na sexta-feira, era de 100,2 casos de infeção por 100 mil habitantes. Este parâmetro piora quando considerado apenas o território continental, com uma incidência de 120,1 casos por 100 mil habitantes - ligeiramente acima do limiar de 120 mil casos por 100 mil habitantes, na média a 14 dias. Note-se que na sexta-feira, era também de 100,2.

Já o índice de transmissibilidade (Rt) nacional é agora de 1,18 e era de 1,14. Quando considerado apenas o continente é de 1,19 e era de 1,15.

Veja aqui o boletim na íntegra.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×