16/6/21
 
 
Nadadora desiste da seleção olímpica da Austrália por haver "pervertidos misóginos" na modalidade

Nadadora desiste da seleção olímpica da Austrália por haver "pervertidos misóginos" na modalidade

Instagram/Maddie Groves Jornal i 11/06/2021 14:29

Maddie Groves anunciou a sua decisão nas redes sociais, onde expôs a sua crítica aos profissionais deste desporto. 

A jovem nadadora australiana, duas vezes medalhada nos Jogos Olímpicos, abandonou a seleção, ao denunciar a presença de “pervertidos misóginos” no desporto.

Maddie Groves, de 26 anos, anunciou a sua decisão nas redes sociais, esta quinta-feira, onde disse que isto sirva de “lição para todos os pervertidos misóginos do desporto e para aqueles que lambem as botas”.

"Já não se pode explorar jovens mulheres e raparigas, envergonhar os seus corpos ou temer pela sua saúde e depois esperar que elas o representem para que possam ganhar o seu bónus anual. Acabou", sublinhou a nadadora de 26 anos, que ganhou duas medalhas de prata olímpicas.

Groves não identificou o alvo ou alvos na sua crítica, contudo, em novembro de 2020, já se tinha queixado, nas redes sociais, de uma “pessoa que trabalha na natação” e que a fazia “sentir desconfortável” pela forma como olhava para ela e para a sua roupa.

Dias mais tarde, Maddie denunciou um “comentário sinistro” feito por um treinador, cuja identidade também não se conhece, que veio pedir rapidamente desculpa, “talvez porque o psicólogo da equipa lhe disse para o fazer”, assinalou.

O organismo Swimming Australia, que tutela a modalidade no país, indicou que tinha tentado contactar Groves sobre a sua publicação no Twitter, porém esta recusou-se a “fornecer mais informações”.

Ainda que tenha desistido da seleção australiana, a nadadora diz que não vai terminar a sua carreira, ao frisar que está ansiosa por “competir em mais eventos no final deste ano”.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×