15/6/21
 
 
As praias maiores e as praias mais pequenas do país

As praias maiores e as praias mais pequenas do país

Marta F. Reis 27/05/2021 20:31

Já é conhecida a lotação máxima das praias para este ano. Na hora de marcar férias, pode ser um fator a ter em conta. A partir de 50% da lotação, semáforo amarelo: os banhistas poderão ser aconselhados a procurar outra praia e insistir em instalar-se em praias com lotação elevada (até 90%) ou plena (mais de 90%) está este ano sujeito a multas de 50 a 100 euros. Descubra quais são as praias com maior e menor folga em cada concelho.  

Norte

A Norte, a praia de Matosinhos é a que tem mais folga para banhistas, com lotação máxima de 8300 pessoas. Segue-se a praia da Aguda em Vila Nova de Gaia, com lotação máxima de 5700 pessoas. Se é dos habitués da praia de Moledo, esta é a terceira praia no Norte com maior lotação (4500 pessoas). Segue-se a praia da Rua 37, a praia com maior lotação no concelho de Espinho onde caberiam no máximo, segundo as lotações divulgadas pela Agência Portuguesa do Ambiente, 4300 banhistas. No extremo oposto surgem as “praias pequenas” onde conseguir lugar pode ser mais difícil. São consideradas pequenas quando têm lotação máxima de 500 pessoas. No Norte há 26. Há quatro praias onde só poderão estar até 100 pessoas: Azul, Boa Nova-Senhora, Molhe e Gondarém.   

Centro

Na região Centro, os vastos areais das praias da Barra, em Ílhavo, e a Praia de Mira, são os que poderão comportar mais banhistas, mais de 11 mil pessoas em cada. Costuma ir para S. Pedro de Moel? A lotação são 1900 banhistas, mas tem a Praia Velha com espaço para no máximo 6100. São cinco as praias pequenas na região Centro, entre as que são oficialmente para banhos. É o caso da praia do Bico, na Murtosa, com lotação máxima de 400 banhistas, a praia do Areinho, em Ovar, com lotação máxima de 330 pessoas e, também em Ovar, a praia do Torreão do Lameiro (480). No concelho de Vagos, as praias de Labrego e Vagueira também estão entre as mais pequenas, podendo ter até 450 pessoas cada.  

Tejo e Oeste

Na zona Oeste, encontra a praia com maior lotação do país: na praia da Nazaré cabem até 17 100 banhistas. Seguem-se, na grande Lisboa, a Fonte da Telha (14 500) e Carcavelos (12 100), que costuma ter procura à altura. Há 102 praias costeiras na zona do Tejo e Oeste, 84 grandes e 18 pequenas. A mais pequena e com uso limitado é na linha de Sintra: a praia das Azenhas do Mar, com lotação máxima de 70 pessoas.  

Alentejo

Na costa alentejana, que inclui ainda duas praias de Sesimbra (Califórnia e Prainha), a praia com maior lotação é Tróia-Mar (3500). A mais pequena é Galapinhos, na Arrábida, que leva até 200 pessoas. No Portinho podem estar até 800. A Comporta leva até 2000 pessoas. Há 28 praias classificadas como grandes e nove pequenas, onde se inclui por exemplo Almograve Norte e Sul.

Algarve – Barlavento

Se ruma ao barlavento algarvio, o areal com mais folga para acolher banhistas é o da Meia-Praia, no concelho de Lagos, com lotação máxima de 11 mil pessoas. As praias mais pequenas, a Albandeira e a Marinha, em Lagoa, respetivamente para 15 e 30 pessoas no máximo. De resto, há 81 praias à escolha nesta linha que vai de Vila do Bispo a Albufeira, 45 grandes e 36 pequenas. Note-se no entanto que, entre as pequenas, 14 estão classificadas como praias de uso limitado, aquelas em que por estarem sinalizadas arribas perigosas e a preia-mar reduzir o areal a zonas de risco motivam uma recomendação de “utilização restrita”, especialmente quando se tem crianças com menos de 13 anos. É o caso da praia de Benagil, que todos os anos atrai banhistas e curiosos, e que tem lotação máxima de 50 pessoas. 

Algarve – Sotavento

No sotavento algarvio encontra menos praias mas maiores. Os banhistas dividem-se entre os que preferem a calmaria do barlavento ou as águas mais quentes deste lado, mas pode sempre haver surpresas. Monte Gordo é de longe a praia com maior lotação e de resto a que comporta mais banhistas em todo o Algarve: até 14 800 pessoas. Das 32 praias do sotavento algarvio, apenas uma está classificada como pequena, Cavacos, em Olhão, mas não é praia de banhos. As que levam menos gente são das mais procuradas, por isso é melhor ir cedo: a Armona-Ria (500 pessoas) e a praia da Fábrica (até 1000 pessoas). 

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×