13/6/21
 
 
O que vem de fora (e o que vai)

O que vem de fora (e o que vai)

Marta F. Reis 07/05/2021 14:07

O país exporta mais produtos alimentares do que há dez anos, mas continua a importar mais. Em 2020, Portugal foram 11 660 158 037 kg (11,6 milhões de toneladas) de bens agroalimentares, no valor de 9,8 mil milhões de euros. Em ano de pandemia, registou-se uma quebra nas importações tanto em valor como em quantidade. Mas o país continua a importar mais produtos alimentares do que aqueles que exporta. 

Em 2020, excluindo produtos agrícolas, as importações de produtores alimentares ascenderam a 3 mil milhões de euros e as exportações rondaram 2,8 mil milhões de euros – com o azeite e o vinho a bater novos recordes.

Importações

Fruta

2020 - 933 892 979 kg – 59% da UE, 41% extra UE

2010 - 698 842 624 kg

Em 2020 importámos fruta de 68 países

TOP 15 (em quantidade, kg)

1. Bananas - 236046520
2. Laranjas - 162993009
3. Ananases ou Abacaxis - 57601845
4. Melões - 54211281
5. Pêssegos e Nectarinas - 48797556
6. Maçãs - 45065059
7. Melancias - 44083519
8. Goiabas, Mangas e Mangostões – 37883840
9. Limões e Limas - 36142365
10. Uvas frescas - 31649609
11. Clementinas                - 21842776
12. Morangos - 15638590
13. Mandarinas e tangerinas - 14134000
14. Peras - 13370081
15. Abacates - 11206417

Países de onde importamos mais fruta: Espanha, África do Sul, Costa Rica, Colômbia e Países Baixos.

Países de onde são importados mais

Ananases e abacaxis: Espanha 
Bananas: Espanha, Costa Rica e Colômbia
Laranjas: África do Sul e Espanha 
Melões: Espanha
Pêssegos: Espanha

Curiosidade
O abacate tornou-se popular nos últimos anos e os números falam por si. Em 2010 foram importados 720 686kg. As quantidades dispararam ano após ano com um novo recorde em 2020: 15 vezes mais abacate do que há dez anos.
Dava mais de um quilo de abacate por cada português.

 

Hortícolas e afins

2020 - 841 109 419 kg – 91,5% da UE, 8,5% extra UE

2010 - 772 483 572 kg

Em 2020 importámos hortícolas de 60 países

TOP 10

Batatas- 378189942
Cebolas e família dos alhos - 96319639
Tomates - 46305660
Azeitonas (a maioria para produção de azeite) - 34284315
Couve-flor e brócolos - 31999415
Cenouras e nabos - 23371703
Abóboras, curgetes e cabaças - 21447846
Pimentos do género “capsicum” ou “pimenta”, frescos ou refrigerados - 19278536
Alface - 6210946
Feijões - 5893611

Países de onde importamos mais hortícolas: Espanha, França, Países, Baixos, Argentina e Alemanha

Países de onde importamos mais

Batatas: França e Espanha
Cebolas e alhos: Espanha e França
Tomates:  Espanha e Alemanha
Azeitonas: Espanha
Couve flor e brócolos: Espanha e Alemanha

 

Carne

2020 - 287 060 650 kg – 97,6% da UE, 2,4% fora da EU

2010- 289 487 370 kg

Em 2020 importámos carne de 28 países

Países de onde importamos mais: Espanha, Países Baixas, França, Polónia e Alemanha

Carne de bovino - 106 644 099
Carne de suíno - 86 009 009
Carne de aves - 65 905 450

Países de onde importamos mais

Carne de Vaca: Espanha e Países Baixos
Carne de porco: Espanha e França
Carne de galos e galinhas: Espanha e Itália

 

Peixe e moluscos (*exceto peixes vivos ornamentais)

2010- 406 330 753 kg

2020 - 383943839 kg – 69% da UE e 41% extra UE

Em 2020 importámos peixe de 83 países

Países de onde importamos mais peixe Espanha, Suécia, Países Baixos, China e Rússia 

Peixe fresco ou refrigerado - 77609602kg

TOP 5 (kg)

Esparídeos (dourada e sargo) - 1 4216 638
Salmões - 8 985 595
Robalos                - 7 759 893
Sardas e cavalas - 7 367 574
Bacalhau - 6 911 032
Bacalhau seco/salgado - 47 067 725
Crustáceos - 30 614 980

Peixe congelado - 135427976kg

TOP5 (kg)

Bacalhau - 34 153 496
Pescadas e abróteas - 21 148 251
Sardinha e familiares - 15 139 215
Atuns - 7 610 016
Cação e outros tubarões - 7 222 277
Moluscos - 53 492 095
Filetes - 30 589 236

Curiosidade
Da China, as maiores exportações foram em 2020 de peixe seco, incluindo bacalhau e lulas, chocos e pota congelados. Da Rússia importou-se apenas bacalhau, mas é da Suécia e dos Países Baixos que vem a maioria.

 

Cereais

2020  - 3 755 432 651 kg – 45,1% da UE, 54,9% extra UE

2010- 3 612 936 667 kg

Países de onde se importa mais

Brasil (BR) - 745 027 232
Ucrânia (UA) - 735 058 541
França (FR) - 70 1792 412
Espanha (ES) - 348 268 226
Reino Unido e Irlanda do Norte (GB) - 263 129 201

 

Top

Milho - 1 898 396 128
Trigo e mistura de trigo com centeio - 1 184 954 084
Cevada - 375 294 029
Arroz - 217 749 986

Curiosidade
Em 2020 foram importados 391 773 quilos de quinoa. Até 2011 não há registos de importação deste alimento para o país. A maioria da quinoa vem de países da UE. Também a importação de flocos de aveia cresceu significativamente nos últimos 20 anos, passando de 750 mil quilos importados por ano em 2010 para mais 6 milhões. No ano passado houve a primeira quebra.

 

Exportações

Carne

2020- 109 002 094

2010- 50 093 982

Países que mais importam (kg) e principal produto: Espanha (porco, vaca), China (porco) e França (aves)

 

Fruta

2020- 571 630 614

2010 - 298 809 820

Em 2020 exportámos fruta para 90 países

Maiores exportações

Laranjas - 157 943 926
Peras - 94 505 493
Maçãs - 65 765 916
Bananas - 32 302 286
Framboesas e amoras - 28 711 856

Países que mais importam e o quê

Espanha (laranja, banana e ananás, praticamente todo)
França (laranja, maçãs e peras)
Brasil (maçãs e peras)
Reino Unido (maçãs e peras)
Alemanhas (peras e framboesas/amoras*)
*O principal destino dos frutos vermelhos foram em 2020 os Países Baixos

 

Hortícolas e afins

2020 - 434 693 292

2010 - 299 494 639

Em 2020 foram registadas exportações de hortícolas para 80 países

Principais exportações

Tomates, frescos ou refrigerados - 64 482 997
Batatas, frescas ou refrigeradas 51 977 849
Abóboras, curgetes e cabaças (Curcurbita spp.), frescas ou refrigeradas 43 342 764
Couves, couve-flor, repolho ou couve frisada, couve-rábano e produtos comestíveis semelhantes do género “Brássica”, frescos ou refrigerados - 38 449 524
Azeitonas (cerca de metade para produção de azeite) - 32 064 658

Países que mais importam

Espanha (tomate, cebola e azeitona quase toda)
França (batata)
Bélgica (cogumelos)
Países Baixos (couves e abóboras)
Alemanha (cenouras, nabos, alfaces)

 

Peixe, crustáceos e moluscos

2020 - 167 506 095

2010 - 174 529 283

 Principal destino: Espanha, França e Brasil (peixe congelado)

 

Cereais

2020 - 24 489 401

2010 - 162 916 940

Países que mais importam e principal produto: Espanha (milho), Jordânia (arroz) e Reino Unido (arroz)

Curiosidade
Há comida a vir dos lugares mais longínquos e também a ir. Vamos aos antípodas de Portugal. Em 2020 foram importadas 600 toneladas de carne da Nova Zelândia, 160 toneladas de fruta (maçãs!) e cerca de 1700 toneladas de peixe congelado. Já os neo-zelandeses, segundo os registos do INE, mandaram vir 37 toneladas de soro de leite ou algo similar de Portugal.

 

Queijos

Importamos: 57 177 779 kg (2020) - 97,2% da UE,2,8% de fora da UE
Exportamos: 8 158 337 kg (2020) - 61% UE, 39% fora da UE

Ovos

Importamos: 7 989 968 kg (2020) - 99,2% da UE, 0,8% fora da UE
Exportamos: 24 811 754 kg (2020) - 57,6% UE, 42,4% fora da UE

Massas

Importamos: 42 940 060 kg (2020) - 93% da UE, 7% de fora da UE 42 940 060
Exportamos: 20 240 490 kg - 60% para a UE (2020), 40% fora da UE

Sumos de fruta

Importamos: 89 594 103 kg - 97,3% dentro da UE (2020), 2,7% fora da EU
Exportamos: 28 112 444 kg -64,4% para a UE, 35,6% para fora

Cacau e chocolates

Importamos: 62 458 091 kg (2020) - 95,4% da UE,4,6%, fora da EU
Exportamos: 7 637 991 kg (2020) - 62,7% para a UE, 32,6% para fora

Vinho

Importamos: 271 097 345 kg (2020) - 99,9% da UE, 0,1% fora da EU
Exportamos: 312 828 494 kg (2020) - 44,7% para a UE, 55,3% para fora

Azeite

Importamos: 145 595 237 kg (2020) -98,3% da UE, 7,7% fora da EU
Exportamos: 201 667 272 kg (2020) -58,9% para a UE, 41,1% para fora

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×