16/9/21
 
 
Detida por incendiar casa do avô do ex-companheiro

Detida por incendiar casa do avô do ex-companheiro

Dreamstime Jornal i 05/05/2021 17:43

Mulher já tinha cometido atos de vandalismo na habitação.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, em cumprimento de mandado de detenção, uma mulher, de 34 anos, suspeita de incendiar uma habitação em Gulpilhares, Vila Nova de Gaia.

Segundo um comunicado da autoridade, emitido esta quarta-feira, o fogo terá sido provocado “num aparente quadro de retaliação por questões sentimentais”.

“Durante a manhã do dia 9 de abril do corrente ano, a arguida terá provocado a ignição de artigos e mobiliário localizado da habitação, com recurso a um isqueiro e a produto acelerante de combustão, que transportou num garrafão”, revela a PJ, que explica que a residência era propriedade do avô do ex-companheiro da suspeita.

O fogo provocou danos significativos na habitação e o fogo gerou “pânico na vizinhança”.

“A autora já anteriormente havia cometido atos de vandalismo na habitação, com aparentes tentativas de provocar o fogo, designadamente desde que terminou o relacionamento com o antigo companheiro”, informa a mesma nora.

A detida, desempregada, vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×