16/6/21
 
 
I Liga. 'Leões' mais perto do título, com 'dragões' e 'águias' na cauda

I Liga. 'Leões' mais perto do título, com 'dragões' e 'águias' na cauda

José Miguel Pires 05/05/2021 16:09

A quatro jornadas do fim da temporada 2020-21 da Primeira Liga, o Sporting lidera com seis pontos de vantagem. Os próximos jogos podem ditar o primeiro campeonato leonino dos últimos 20 anos, ou mais um ano de seca.

Faltam duas semanas para o fim da temporada 2020-21 da Primeira Liga, e as emoções estão ao rubro por entre as primeiras quatro equipas da tabela classificativa. O Sporting CP lidera, com seis pontos de vantagem frente ao FC Porto, e 10 relativamente ao SL Benfica, que, matematicamente, ainda tem a hipótese de conquistar o título, mas sobram apenas quatro jornadas, ou seja, 12 pontos, disponíveis. Já o Sporting de Braga ainda aponta ao quarto lugar, apostando nas difíceis jornadas do SL Benfica frente ao FC Porto e ao Sporting CP e tendo um teste de fogo com o Paços de Ferreira, também hoje.

Os ‘leões’, que estão no primeiro lugar desde a sexta jornada, conseguem já cheirar o título que lhes foge desde o ano 2002, quando conquistaram pela última vez o campeonato nacional. Muito mudou desde então, mas todos os indicadores apontam para 2021 como o ano em que o Sporting vai poder celebrar no Marquês de Pombal. Ainda assim, os foguetes devem ficar reservados para o fim da festa. A vantagem frente ao FC Porto está nos seis pontos, mas os verdes-e-brancos vão ainda enfrentar o Rio Ave, hoje, a partir das 21h15, no Estádio dos Arcos, seguindo-se jornadas frente ao Boavista e ao Marítimo, e uma perigosa deslocação até ao Estádio da Luz, a 15 de maio, na penúltima jornada da temporada.

Os ‘leões’ estão com pouco espaço de manobra, e o primeiro teste chega já hoje, em Vila do Conde, num jogo em que a presença do técnico Rúben Amorim no banco está na dúvida, fruto de um castigo imposto pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, remontando às declarações do técnico em outubro de 2020, aquando do empate a duas bolas com o FC Porto. A SAD leonina já interpôs um recurso a este castigo, pedindo a sua suspensão durante o jogo contra o Rio Ave, mas até à hora de fecho desta edição mantinha-se a decisão de castigo do técnico.

Com Amorim a assistir (provavelmente) desde os camarotes, o Sporting CP não pode escorregar frente ao Rio Ave, e deverá ter em mente uma aliciante realidade: em caso de vitória, ficará a apenas quatro pontos de conquistar o tão aguardado título de campeões nacionais.

Em antevisão, Rúben Amorim preferiu não comentar a polémica em torno do castigo em questão. “É tão claro, que às vezes mais vale não dizer nada”, disparou, antes de elogiar o trabalho de Miguel Cardoso no Rio Ave, uma equipa “com valores claramente acima para a posição em que estão”.

Apesar dos 45 pontos de diferença nesta temporada, vale a pena realçar que o Rio Ave não se tem mostrado um adversário fácil para o Sporting, que, nos últimos três confrontos com os vila-condenses, foi incapaz de conquistar a vitória. As últimas duas partidas entre ambas as equipas acabaram em empate a uma bola, e antes disso, em setembro de 2019 (há toda uma vida, ainda antes de o mundo saber o que queria dizer ‘covid’ e ‘quarentena’), o Rio Ave bateu o Sporting por 2-1, a contar para a Taça da Liga. A realidade é que é preciso recuar até abril de 2019 para recordar a última vitória dos ‘leões’ frente ao Rio Ave, a única nos últimos cinco encontros.

O Sporting CP não vai poder contar com Bruno Tabata e Tiago Tomás, a dupla que continua em recuperação das respetivas lesões. Já do lado do Rio Ave, espera-se o regresso de Ivo Pinto, que ficou de fora da partida com o Portimonense devido a castigo.

 

Clássico de alto risco

Só o resultado desta noite ditará as horas seguintes, mas a realidade é que o Rio Ave terá, na partida frente ao Sporting CP, dois novos adeptos: o SL Benfica e o FC Porto, que beneficiariam com um empate em Vila do Conde, que os colocaria mais perto do cobiçado primeiro lugar. Seis pontos não são propriamente uma margem blindada, muito menos com o difícil calendário que as três equipas têm pela frente nestas últimas jornadas do campeonato, e o clássico entre SL Benfica e FC Porto, no Estádio da Luz, é terreno preparado para começar a ditar se vão mesmo ser os ‘leões’ a rugir no Marquês de Pombal, ou se a festa do campeonato terá outras cores... ou se será em outras bandas. A realidade é que o emblema da Luz, que está a 10 pontos do Sporting CP, ainda não está matematicamente eliminado, e tem pela frente duas grandes jornadas nestas últimas quatro da temporada 2020-21: amanhã, recebe, em Lisboa, o FC Porto, e pode diminuir a distância para o segundo lugar, que dista, neste momento, quatro pontos. De seguida, os ‘encarnados’ seguem viagem até à Madeira, onde vão defrontar o Nacional - que cada vez mais parece estar sentenciado à descida para a segunda divisão - e, depois, o derradeiro teste: o dérbi da capital, a 15 de maio. Muito pode mudar até lá, mas a realidade é que esta pode perfeitamente ser a jornada que decide quem será o campeão da temporada 2020-21.

 

Aprender do passado

É importante aprender sobre a história, para evitar repetições, ou pelo menos assim o dita a sabedoria popular. Puxando a fita até 2013, encontra-se um dos momentos mais marcantes do futebol português nos últimos anos: O SL Benfica liderava a tabela classificativa, a três jornadas do fim, e tudo parecia indicar que o campeonato seria vermelho-e-branco. Quatro pontos separavam as ‘águias’ dos ‘dragões’, quando um deslize frente ao Estoril Praia, que acabou num empate a uma bola, reduziu essa distância para apenas dois pontos. Na jornada seguinte, o SL Benfica deslocou-se até ao Estádio do Dragão, a duas jornadas do fim da temporada, com apenas dois pontos de vantagem frente aos azuis-e-brancos, e a sua sina acabou mesmo por ditar a descida da liderança da classificação, após perder o clássico por 2-1, num momento memorável, tanto para os adeptos azuis-e-brancos como para os benfiquistas.

Desta forma, o FC Porto acabou por conquistar o título, numa temporada em que o SL Benfica liderava a tabela classificativa à 28.ª jornada.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×