6/5/21
 
 
Comité Internacional da Cruz Vermelha revela casos "extremamente horríveis" de violência sexual em Tigray

Comité Internacional da Cruz Vermelha revela casos "extremamente horríveis" de violência sexual em Tigray

AFP Jornal i 22/04/2021 23:01

Alguns dos relatos ouvidos são "testemunhos em primeira mão de mulheres que visitam os centros de saúde e hospitais" apoiados pela Cruz Vermelha na região no norte da Etiópia, contou o diretor-geral. 

Vários casos de violência sexual estão a reportados em Tigray, no norte da Etiópica, enquanto a região está envolvida num cenário de guerra entre os exércitos etíopes e eritreus.

Quem revela estes episódios é o diretor-geral do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Robert Mardini, que disse, numa entrevista à agência France Presse (AFP), estar muito preocupado com a violência sexual.

"Estes relatórios são extremamente horríveis, muito chocantes. Há mais de duas décadas que não ouço relatos tão terríveis no setor humanitário", confessou o responsável, que chegou a lidar com os conflitos entre a Síria e o Iémen.

Alguns dos relatos ouvidos, explicou Mardini, são "testemunhos em primeira mão de mulheres que visitam os centros de saúde e hospitais" apoiados pela Cruz Vermelha em Tigray.

O que levou o CICV a avaliar neste momento “a extensão e magnitude desde problema" e já colocou várias questões às autoridades da Etiópia.

O partido no poder - Frente de Libertação do Povo Tigray – foi derrubado por um golpe militar comandado pelo exército etíope, com a ajuda das forças da Eritreia e com o incentivo de Abiy Ahmed, Prémio Nobel da Paz em 2019.

Contudo, os combates entre os dois países continuaram e as forças eritreias são acusadas de vários massacres e crimes sexuais.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×