19/10/21
 
 
CP lança concurso para nova concessão dos bares dos Alfa e Intercidades

CP lança concurso para nova concessão dos bares dos Alfa e Intercidades

Jornal i 20/04/2021 12:26

A Risto Rail, do grupo LSG/Lufhansa, que geria aqueles espaços desde dezembro de 2018, acusa CP de ter deixado de pagar mensalidade de 120 mil euros na sequência da suspensão do serviço do ano passado na sequência da pandemia. Contrato terminava a 31 de novembro.

A CP - Comboios de Portugal aprovou o lançamento de um concurso para uma nova concessão dos bares dos Alfa Pendular e dos Intercidades, no valor total de 2,296 milhões de euros, foi esta terça-feira publicado em Diário da República.

"O Conselho de Administração da CP, em reunião de 24 de março de 2021 deliberou [...] aprovar o lançamento de um procedimento pré-contratual, necessário à contratação da prestação de serviços de restauração e bar a bordo dos comboios Alfa Pendular e Intercidades, e respetivo compromisso plurianual, no valor total de 2.296.000,00 (euro)", lê-se no despacho.

O encargo associado a esta contratação tem um prazo de execução até 24 meses, entre 2021 e 2023, e prevê 396.000 euros para 2021 e 950.000 euros (mais IVA) para cada um dos restantes anos.

No despacho, o conselho de administração da CP, presidido por Nuno Freitas, sublinha que a empresa "não tem quaisquer pagamentos em atraso e os encargos inerentes à celebração do contrato envolvem apenas receitas próprias".

O serviço de bar nos comboios Alfa Pendular e Intercidades esteve suspenso entre 19 de março e 18 de agosto do ano passado, devido à pandemia, e voltou a encerrar em 15 de janeiro, com o novo confinamento.

Concurso substitui empresa alemã. De acordo com declarações à Lusa do dirigente da Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (Fesaht) Francisco Figueiredo, a suspensão do serviço no ano passado levou a que a CP deixasse de pagar uma mensalidade de perto de 120 mil euros à prestadora daquele serviço, a Risto Rail, do grupo LSG/Lufhansa. Segundo o mesmo responsável, numa reunião ocorrida no ano passado entre os sindicatos e a Risto Rail, a empresa do grupo alemão disse que não colocaria em Portugal "nem mais um cêntimo".

O contrato de prestação de serviços entre a CP e a Risto Rail, que prevê que a CP pague entre 110 a 120 mil euros por mês ao concessionário, está em vigor desde 1 de dezembro de 2018 e tinha o fim previsto para 31 de novembro. A empresa do grupo Lufthansa tem cerca de 120 funcionários a trabalhar nos bares dos comboios Alfa e Intercidades.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×