16/6/21
 
 
República Checa expulsa 18 diplomatas russos acusados de envolvimento numa explosão

República Checa expulsa 18 diplomatas russos acusados de envolvimento numa explosão

Jornal i 18/04/2021 15:42

Em causa está uma explosão que ocorreu em 16 de outubro de 2014 num depósito na cidade de Vrbetice, cidade checa localizada a cerca de 320 quilómetros de Praga, onde se encontravam 50 toneladas de munições armazenadas.

A República Checa anunciou hoje que vai expulsar 18 diplomatas russos acusados de serem espiões militares e de terem estado envolvidos, em 2014, na explosão de um depósito de munições.

 

Aagência noticiosa norte-americana Associated Press relata que o primeiro-ministro checo, Andrej Babis, disse hoje ter "evidências claras" sobre "o envolvimento de agentes militares russos na explosão massiva que matou duas pessoas".

O governante indicou ter recolhido esta informação junto das agências de inteligência checas.

"A República Checa é um Estado soberano, pelo que deve reagir adequadamente a estas descobertas sem precedentes", disse Andrej Babis.

Também o ministro do Interior e das Relações Exteriores, Jan Hamacek, referiu que os 18 funcionários da embaixada russa foram "claramente" identificados como espiões militares russos, razão pela qual receberam ordem para deixar o país em 48 horas.

Em causa está uma explosão que ocorreu em 16 de outubro de 2014 num depósito na cidade de Vrbetice, cidade checa localizada a cerca de 320 quilómetros de Praga, onde se encontravam 50 toneladas de munições armazenadas.

Do incidente resultaram duas vítimas mortais.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×