9/5/21
 
 
Número de doentes covid em UCI continua a descer

Número de doentes covid em UCI continua a descer

Jornal i 16/04/2021 14:49

O número de internamentos voltou a aumentar, mas número de doentes graves diminui. Rácio de transmissibilidade (RT) e incidência descem.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 553 casos do novo coronavírus e quatro óbitos, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta sexta-feira. Rácio de transmissibilidade (RT) e incidência descem.

O Norte, à semelhança dos últimos dias, é a região com mais novos casos registados: mais 228. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 182, o Centro com 32, o Alentejo com 25 e o Algarve com 23. Nos arquipélagos da Madeira e dos Açores há 25 e 38 novas infeções, respetivamente.

Segundo o boletim, Portugal tem uma incidência de 71,6 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, uma diminuição face aos 73,4 registados na última atualização, e Portugal continental de 68, uma dimuição de um. O RT situa-se nos 1,05 em Portugal e nos 1,04 em Portugal continental. Na última análise da DGS, partilhada na quarta-feira, este valor era de 1,06 e 1,05. 

Das quatro vítimas mortais, duas ocorreram no Norte, uma em Lisboa e Vale do Tejo e outra no Centro.

O número de internamentos voltou a aumentar, depois de três dias a diminuir, e há agora 429 pessoas com sintomas da covid-19 internadas nos hospitais portugueses, mais seis do que ontem. No entanto, o número de doentes em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) segue a tendência decrescente dos últimos dias. Há 101 doentes nestas unidades, menos oito do que na véspera.

Portugal registou, desde o início da pandemia, 829.911 casos de SARS-CoV-2, 25.367 dos quais permanecem ativos, e 16.937 não resistiram. Nas últimas 24 horas, 596 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 787.607. Atualmente, as autoridades de saúde têm 19.940 contactos em vigilância.

No boletim desta sexta-feira, foi também divulgada a distribuição geográfica das infeções. Há 29 concelhos acima do limite dos 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Dois concelhos da ilha de São Miguel, nos Açores, estão no risco extremamente elevado, com mais de 960 casos por 100 mil habitantes. São eles: Nordeste e Vila Franca do Campo.

Em risco elevado, entre os 480 casos e os 959,9, estão Barrancos, Machico e Odemira. Segue-se Alandroal, Aljezur, Moura, Penela, Portimão, Resende e Rio Maior no patamar entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes.

Albufeira, Almeirim, Carregal do Sal, Figueira da Foz, Lagoa, nos Açores, Marinha Grande, Mêda, Miranda do Corvo, Miranda do Douro, Olhão, Paredes, Penalva do Castelo, Porto Moniz, Ribeira Grande, Valongo, Vila Franca de Xira e Vila Nova de Famalicão têm entre 120 a 239,9 casos por 100 mil habitantes.

Veja aqui o boletim na íntegra. 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×