16/5/21
 
 
Morreu o publicitário Einhart da Paz

Morreu o publicitário Einhart da Paz

Instagram/Einhart da Paz Jornal i 14/04/2021 20:00

Publicitário e especialista em marketing político acompanhou Pedro Santana Lopes e Durão Barroso, enquanto líderes do PSD e primeiros-ministros. Morreu vítima da covid-19.

O publicitário e especialista em marketing político Einhart Jácome da Paz morreu, durante a madrugada desta quarta-feira, aos 67 anos. Segundo a imprensa brasileira, Paz morreu num hospital de São Paulo devido a complicações associadas à covid-19. 

"O Clube Associativo dos Profissionais do Marketing Político – CAMP manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do membro fundador Einhart Jácome da Paz", anunciou o CAMP. "Perdemos um dos maiores estrategistas políticos do País, diretor de cinema, coordenador de campanhas presidenciais e internacionais. Perdemos um membro do CAMP, mas, sobretudo, perdemos um grande amigo", lê-se na nota de pesar publicada no site do clube.

No Brasil coordenou a campanha de Ciro Gomes à Presidência do país e ao governo de Ceará, bem como as campanhas de Tasso Jereissati ao mesmo governo, a de Teotônio Vilela ao governo de Alagoas e a de Eduardo Braga ao governo do Amazonas. Em 1994, trabalhou nas campanhas políticas do ex-Presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso e foi a sua mão que ficou famosa como slogan durante a campanha do primeiro mandato do antigo chefe de Estado.

Por cá, acompanhou Pedro Santana Lopes e Durão Barroso, enquanto líderes do PSD e primeiros-ministros. Também na Europa, foi responsável pela vitória de Esperanza Aguirre na Comunidade de Madrid, em Espanha.

 

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×