12/5/21
 
 
OMS quer proibir venda de animais vivos em mercados de comida para prevenir novas doenças

OMS quer proibir venda de animais vivos em mercados de comida para prevenir novas doenças

Jornal i 13/04/2021 11:08

"Os animais, em especial os animais selvagens, são a causa de mais de 70% das doenças infeciosas emergentes em humanos, muitas delas causadas por vírus novos. Os mamíferos selvagens, em particular, colocam um risco ao surgimento de novas doenças", indicou a OMS.

O Organização Mundial de Saúde apelou, esta terça-feira, ao fim da venda de mamíferos selvagens vivos em mercados de comida para prevenir novos vírus e a propagação de doenças.

"Os animais, em especial os animais selvagens, são a causa de mais de 70% das doenças infeciosas emergentes em humanos, muitas delas causadas por vírus novos. Os mamíferos selvagens, em particular, colocam um risco ao surgimento de novas doenças", indicou a OMS, num comunicado citado pela AFP.

Recorde-se que a OMS deslocou-se até Wuhan, onde surgiu o vírus SARS-CoV-2, para estudar a sua origem, tendo indicado que os mercados que vendem, ao mesmo tempo, animais vivos e mortos serão a causa provável do surto pandémico.

#UPDATE World Health Organization calls for a halt to the sale of live wild mammals in food markets to prevent the spread of disease.

"Animals, particularly wild animals, are the source of more than 70% of all emerging infectious diseases in humans..." @WHO statement says pic.twitter.com/trJvEYlyJK

— AFP News Agency (@AFP) April 13, 2021

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×