6/5/21
 
 
Número 1 do Super-Homem vendido por 2,7 milhões de euros

Número 1 do Super-Homem vendido por 2,7 milhões de euros

Sara Porto 09/04/2021 22:02

De uma tiragem original de 200 mil revistas, restam apenas 100 cópias do histórico álbum. O preço de capa, em 1938, era de dez cêntimos.

O mundo conheceu o Super-Homem em junho de 1938, através do número 1 da revista Action Comics.

Mais de 80 anos depois, os exemplares originais são verdadeiras raridades às quais ninguém fica indiferente. De uma tiragem original de 200 mil revistas, estima-se que restem apenas 100 cópias em todo o mundo do álbum de estreia do icónico super-herói de capa vermelha. E um deles acaba de bater o recorde para uma revista de banda desenhada. Originalmente com o preço de capa de 10 centavos de dólar, na passada quarta-feira, 7 de abril, a revista foi leiloada no site ComicConnect por 3,2 milhões de dólares, aproximadamente 2,7 milhões de euros.

O livrinho de 13 páginas, escrito por Jerry Siegel e desenhada por Joe Shuster, foi o ponto de partida de um novo género que emergiu rapidamente, tornando-se rapidamente o mais valioso de toda a coleção. E não é a primeira vez que as expectativas são superadas em leilão. Já em agosto de 2011 foi vendida uma cópia no Ebay por mais de três milhões de euros. Três anos antes, o ator Nicolas Cage havia estabelecido um recorde ao vender esta tão conhecida cópia da sua coleção pessoal por quase dois milhões.

Segundo Vincent Zurzolo, co-proprietário da ComicConnect, em comunicado de imprensa, o exemplar agora leiloado é um dos que se encontram em melhores condições. Foi encontrado numa caixa cheia de revistas de cinema dos anos 1930 “quase intactas” – um autêntico tesouro para os colecionadores.

“Não existe outra revista em quadrinhos que poderia valer mais do que Action Comics #1”, exclamou Zurzolo. O co-proprietário do site afirmou ainda que este número marca “realmente o início da era dos super-heróis”, daí a sua enorme importância. Conta justamente o surgimento e a origem do Super-Homem, a sua chegada à Terra e a maneira como se tornou Clark Kent.

O historial da ComicConnect exibe já alguns troféus. Mas, por enquanto, nenhum se aproxima sequer do valor atingido pelo número 1 da Action Comics. O mais caro neste momento é All Star Comics #8, de 1942, que apresentou a Mulher Maravilha, por 1,32 milhões de dólares. Segue-se a Detective Comics #27, primeira aparição do Batman, o homem-morcego, por 720 mil dólares, cerca de 600 mil euros.

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×