13/4/21
 
 
Reino Unido sugere alternativa à vacina da AstraZeneca em pessoas com menos de 30 anos

Reino Unido sugere alternativa à vacina da AstraZeneca em pessoas com menos de 30 anos

Jornal i 07/04/2021 17:06

Já morreram 19 pessoas, três das quais com menos de 30 anos, entre 79 casos de tromboembolismo registados no país. Há quatro dias tinham sido divulgadas sete mortes em 30 casos. 

A Agência de Medicamentos britânica (MHRA) sugeriu, esta quarta-feira, que as autoridades devem oferecer uma vacina contra a covid-19 alternativa à AstraZeneca às pessoas com menos de 30 anos. Em causa estão os problemas de tromboembolismos registados em pessoas vacinadas.

Segundo a MHRA, já morreram 19 pessoas, três das quais com menos de 30 anos, entre 79 casos de tromboembolismo registados no país. Há quatro dias tinham sido divulgadas sete mortes em 30 casos. No total, já foram administradas mais de 21 milhões de doses da vacina da AstraZeneca no Reino Unido.

"Enquanto os testes clínicos permitem avaliar efeitos normais, efeitos mais raros só são detetados quando vacina é usada em grande escala", disse a diretora da MHRA, June Raine. Os "sistemas de monitorização detetaram agora um potencial efeito secundário da vacina covid-19 da AstraZeneca num número extremamente mais baixo" de "casos muito raros e específicos de coágulos de sangue com número de plaquetas [sanguíneas] baixas". 

No Twitter, o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, alertou para o facto de a Agência Europeia do Medicamento (EMA) e o regulador do país terem confirmado que a "vacina Oxford/AstraZeneca é segura, eficaz e que os seus benefícios superam em muito os riscos para a grande maioria das pessoas". "Quandor for chamado, seja vacinado", reiterou.

O Reino Unido registou, esta quarta-feira, 2.736 casos do novo coronavírus e 45 vítimas mortais, de acordo com dados do Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico. 

Em relação à véspera, há um aumento de ambos os indicadores: mais 384 casos e mais 25 óbitos.

Atualmente, há 3.536 pessoas com sintomas associados à covid-19 internadas nos hospitais britânicos, 256 das quais deram entrada nas últimas 24 horas. Há 469 doentes em Unidades de Cuidados Intensivos.

O governo britânico informou ainda que cerca de 31,7 milhões de pesssoas já receberam uma dose da vacina contra a covid-19 e mais de cinco milhões e meio já estão totalmente imunizadas. 

Desde o início da pandemia, as autoridades britânicas já deram conta de 4.367.291 infeções e 126.927 pessoas morreram no período de 28 dias após terem testado positivo.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×