15/5/21
 
 
R(t) acima de 1 no mesmo dia em que Portugal tem menos de 500 internados desde setembro

R(t) acima de 1 no mesmo dia em que Portugal tem menos de 500 internados desde setembro

Jornal i 07/04/2021 15:10

O índice de transmissibilidade cresceu tanto a nível nacional como no continente. O rácio de incidência também aumentou e está agora nos 64,3 infeções por 100 mil habitantes a nível nacional. Lisboa e Vale do Tejo registou as três mortes ocorridas nas últimas 24 horas. 

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 663 novos casos de covid-19 e três mortes associadas ao vírus. Segundo o boletim divulgado, esta quarta-feira, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), o país contabiliza no total 825.031 casos de infeção e 16.890 óbitos desde o início da pandemia.

A curtos passos, o valor do índice de transmissibilidade R(t) já atingiu o nível 1 no território continental e também a nível nacional, revelou a DGS, estando agora muito próximo da “zona amarela” da matriz que regula o desconfinamento.

Comparando este valor com o último relatório de segunda-feira, o índice de transmissibilidade subiu de 0,98 para 1,01 a nível nacional e de 1,00 para 1,02 apenas em Portugal continental.

Tal como o R(t), o rácio de incidência também aumentou: a nível nacional cresceu para os 64,3 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. A última leitura indicou 62,8, divulgou a DGS. Já no território continental, o número subiu para 62,5 casos, face aos 60,9 anteriores.

As três mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram apenas em Lisboa e Vale do Tejo.

Em relação à distribuição geográfica de novos contágios por covid-19, Lisboa e Vale do Tejo registou o maior número de novos casos – 262. De seguida, está o Norte com 182, o Centro com 71, o Algarve com 46 e o Alentejo com 32. Já nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores, o boletim contabilizou 28 e 42 novos casos respetivamente.

O boletim desta quarta-feira também revela que Portugal tem 488 internados nas unidades hospitalares do país, com a saída de 16 pessoas nas últimas 24 horas. É a primeira vez desde setembro que o número de internamentos é menor do que 500.

Destes, 116 estão a precisar de tratamentos nas unidades de cuidados intensivos, mais três em relação a ontem.

Nas últimas 24 horas, recuperaram mais 757 pessoas, aumentando o total de recuperados para 782.294.

Agora, Portugal tem 25.847 casos ativos, menos 97 em relação a terça-feira. As autoridades de saúde estão a vigiar 15.787 contactos, mais 945 pessoas.

Consulte aqui o boletim na íntegra

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×