18/5/21
 
 
Oito detidos pelo acidente ferroviário que matou 18 pessoas no Egito

Oito detidos pelo acidente ferroviário que matou 18 pessoas no Egito

AFP Jornal i 29/03/2021 12:25

Os detidos ficaram em prisão preventiva durante quatro dias.

Oito pessoas, incluindo dois condutores e outros funcionários dos caminhos-de-ferro, foram detidos no âmbito da investigação ao acidente que causou pelo menos 18 mortos e 200 feridos, na passada sexta-feira. O anúncio foi feito esta segunda-feira pela Procuradoria-Geral egípcia.

"O procurador-geral ordenou que os dois condutores do comboio 157 (envolvidos na colisão), os seus dois assistentes, o funcionário do controlo do tráfego da estação de Al-Maragha" e três outros empregados fossem detidos, lê-se num comunicado. 

Os investigadores "falaram com 133 feridos" nos distritos de Sohag, Assiut, Qena e Luxor e "recolheram os testemunhos de 10 responsáveis da autoridade nacional dos caminhos-de-ferro no Alto Egito". Os detidos ficaram em prisão preventiva durante quatro dias.

No dia do acidente, as autoridades egípcias deram conta de 32 mortos e 165 feridos mas, no dia seguinte, atualizaram o número para 19 mortes e 185 feridos. No comunicado de hoje, Procuradoria-Geral refere 18 mortos e 200 feridos.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×