20/10/21
 
 
Duas novas demissões no governo da Eslováquia agravam crise política

Duas novas demissões no governo da Eslováquia agravam crise política

Jornal i 24/03/2021 15:21

A crise política que afeta a Eslováquia, país da Zona Euro com 5,4 milhões de habitantes, acontece numa altura em que se verifica um aumento drástico do número de mortos.

O primeiro-ministro da Eslováquia, acusado de não saber gerir a crise sanitária, pode ser obrigado a afastar-se após mais dois ministros se terem demitido hoje, elevando para seis o número de baixas no executivo. 

Na terça-feira, a chefe de Estado liberal, Zuzana Caputova, pediu a demissão do primeiro-ministro. 

O ministro dos Negócios Estrangeiros e dos Assuntos Europeus e o ministro da Educação anunciaram hoje a demissão, aumentando para seis o número de membros do governo a apresentarem o afastamento do executivo composto por 16 ministros.

Recentemente, o ministro da Saúde também apresentou a demissão.

O afastamento do primeiro-ministro, Igor Matovic, é exigido pelos parceiros da coligação no poder, formada por quatro partidos que o acusam de não saber gerir os efeitos da pandemia de SARS-CoV-2.

A crise política que afeta a Eslováquia, país da Zona Euro com 5,4 milhões de habitantes, acontece numa altura em que se verifica um aumento drástico do número de mortos.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×